No local, além de vacinas contra a covid-19 e testes para detecção do coronavírus, serão ofertados imunizantes contra outras doenças



Com a instalação do ponto fixo de vacinação na Rodoviária do Plano Piloto, serão feitas imunizações contra a covid-19 e outras doenças, como a gripe influenza | Fotos: Breno Esaki.

Com o objetivo de aproximar a vacina contra covid-19 ainda mais da população do Distrito Federal, a Secretaria de Saúde, em parceria com o Sesc, vai construir um ponto fixo de vacinação na Rodoviária do Plano Piloto, tendo em vista que o local, além de ser centralizado, tem grande fluxo de pessoas diariamente. O ponto fixo deve ser inaugurado até o dia 10 de dezembro.

"Notamos que, das últimas vezes que estivemos aqui na rodoviária, o sucesso foi total, houve muita procura. Então, decidimos montar um ponto fixo de vacinação aqui, o que demonstra o esforço da Secretaria de Saúde em aproximar a vacinação de todo mundo", explica o secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache.

O posto de vacinação fixo será construído na plataforma inferior da Rodoviária, ao lado das escadas, no sentido Esplanada dos Ministérios. A princípio, serão disponibilizados imunizantes contra a covid-19 de todas as marcas e testes para detecção do coronavírus.

Segundo o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero, a medida que a vacinação contra a covid-19 avançar e reduzir o número de não vacinados no DF, a ideia é disponibilizar no posto de vacinação da Rodoviária vacinas contra outras doenças, como por exemplo o imunizante contra a influenza.

"A população tem que desmistificar essa coisa que a vacina é algo complexo, que ocorre somente em ambiente hospitalar. A vacina é uma coisa comum, popular e de acesso para todos", defende.

Leia também

Campanha de multivacinação continua até 3ª (30)
Cartão de vacina será obrigatório em eventos

Hoje, cerca de 800 mil pessoas passam, diariamente, pela Rodoviária do Plano Piloto. Além da facilidade para chegar até o local, há grande fluxo de pessoas do Entorno do Distrito Federal, principalmente aquelas que trabalham no DF.

Após a inauguração, deverá funcionar todos os dias e disponibilizar vacinas para todos os públicos. "Será um ponto de vacinação muito importante para a aproximar a saúde da população", conclui Pafiadache.
Compartilhar:

Paulo Melo

Comente:

0 comentários