GDF Contra a Covid-19
Município comemora aniversário neste sábado (31/07). Recursos contemplam setores como saúde, educação, infraestrutura, habitação e economia. "Anápolis se torna uma das cidades mais modernas do Brasil", diz governador Ronaldo Caiado durante série de entregas à população nos últimos meses. Centro de Excelência em Tecnologia Ferroviária (CETF) deve receber recursos superiores a R$ 60 bilhões, em 10 anos 


O governador Ronaldo Caiado sanciona lei que amplia em 175 hectares área do Distrito Agroindustrial de Anápolis e permite geração de 5 mil novos empregos: "Os empresários, quando chegam em Anápolis, muitas vezes vindos até mesmo de fora do Brasil, se sentem bem acolhidos"-  - Fotos: Marcos Amorim.

O Governo de Goiás já investiu, em dois anos e meio de gestão, mais de R$ 141 milhões em Anápolis. Os recursos contemplam as áreas de educação, saúde, habitação, infraestrutura e retomada da economia.

Nos meses de junho e julho deste ano, o governador Ronaldo Caiado inaugurou obras e entregou diversos benefícios no município. Entre as ações está a sanção da lei que autoriza a transferência de 175 hectares da Plataforma Logística Multimodal de Anápolis para a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego). A nova área propiciará a implantação de, pelo menos, mais 108 empreendimentos e a geração de, inicialmente, 5 mil empregos, no Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia).

No mesmo evento, realizado em 27 de julho, foi assinado termo de assentamento para expansão de quatro empresas no Daia, com investimento privado de R$ 56,4 milhões, além da autorização de uma agência da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Correios).

A unidade dos Correios terá uma estrutura de 1,1 mil metros quadrados de área construída, com estacionamento de veículos e espaço para carga e descarga de encomendas. Com foco na pessoa jurídica, o objetivo é oferecer atendimento personalizado aos empresários e reduzir o custo dos clientes.

Nascido em Anápolis, Caiado falou sobre o constante desenvolvimento da cidade. "Não tenho dúvidas que Anápolis está se tornando uma das cidades mais modernas do Brasil. Podem ter certeza: o futuro de Anápolis é muito próspero", afirma.

No dia 15 de julho, Caiado e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, assinaram o Memorando de Entendimento (MoU) para a implantação do Centro de Excelência em Tecnologia Ferroviária (CETF), em Anápolis. Projetada para ser o maior complexo tecnológico e de inovação deste modal na América Latina, a estrutura deve receber investimentos superiores a R$ 60 bilhões, em 10 anos.

O CETF ficará no Centro de Convenções de Anápolis, local estratégico sob ponto de vista logístico, por estar às margens da BR-060, próximo ao Daia e à ferrovia Norte-Sul. A plataforma deve começar a operar até o final deste ano. "No mês do aniversário, a cidade mostra sua capacidade de desenvolver o que existe de mais moderno. Estamos trazendo novas alternativas, novas tecnologias e os maiores empreendimentos, dando a dimensão que nossa querida Anápolis merece", afirmou o governador Ronaldo Caiado.

Ainda neste mês, o governador entregou a revitalização do Vapt Vupt situado no Anashopping, que contou com destinação de R$ 156.606,54 para execução de melhorias estruturais, como troca de piso e pintura completa. Com 88 funcionários, a unidade tem capacidade para efetuar cerca de 20 mil atendimentos mensais. "Temos que atender o cidadão. Estado tem que ter a mão estendida", pontuou Caiado durante a inauguração.

Além desses investimentos, no final de junho, Caiado inaugurou o Centro de Pesquisas e Educação Científica (Cepec) da Universidade Estadual de Goiás (UEG), que recebeu investimento de R$ 2,5 milhões para atuação em diversas áreas de conhecimento, com área total de 1.944 metros quadrados.

Os recursos são oriundos do Tesouro Estadual e de convênio celebrado com a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Na oportunidade, também foi formalizada a compra da Fazenda-Escola da UEG de Ipameri, no valor de R$ 4,5 milhões.

Economia
Para fomentar a retomada do crescimento econômico em Goiás e em Anápolis, em função das consequências da Covid-19, o Estado também investiu na atração de indústrias e empresas.

Uma das ações executadas foi a assinatura de protocolos de intenção para a implementação ou ampliação de 23 empreendimentos no município, com previsão de aplicação de recursos na ordem de R$ 4 bilhões.
 
A expectativa é que de essas empresas e indústrias promovam a geração de 22.562 empregos, sendo 5.936 diretos e 16.626 indiretos.

Mais empregos
O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão ligado ao Ministério da Economia, apontou saldo positivo entre admissões e demissões nos últimos dois anos, em Anápolis. Em 2019, o saldo foi de 1.142; em 2020, de 4.973; e até maio de 2021, de 3.951.

Já em parceria com o Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO), foram firmados 310 contratos em 2019, que resultou em operações de crédito no valor de R$ 195 milhões e na criação de até 10.752 empregos diretos.

Em 2020, o número de contratos de financiamento do FCO, para empresas do município, foi de 226, com valor de operação de R$ 52,5 milhões, e geração de 2.116 empregos diretos. Neste ano, até 30 de junho, foram assinados 40 contratos, no valor de R$ 17 milhões, que resultaram em 737 empregos diretos.

Somado a isso, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Retomada, oferta vagas de emprego semanalmente dentro do Programa Mais Empregos. Os interessados podem ter acesso às vagas em qualquer uma das agências do Vapt Vupt ou pelo Sistema Nacional de Emprego (Sine).

Além do mais, a pasta disponibiliza o Programa Mais Crédito, que disponibiliza serviços aos autônomos, micro e pequenos empresários de Anápolis, assim como empréstimos sob tarifas diferenciadas.

Educação
A rede estadual de educação em Anápolis recebeu, por parte do Governo de Goiás, o montante de R$ 34,5 milhões, de janeiro de 2019 a julho deste ano.

Foram investidos R$ 19,3 milhões em melhorias na infraestrutura das 49 unidades de ensino do Estado no município.
 
Também foram destinados R$ 6,8 milhões para a compra de equipamentos como computadores, materiais de laboratório, utensílios de cozinha e serviço de internet.

O Programa Estadual Dinheiro Direto na Escola (Pró-Escola) destinou R$ 3,9 milhões para a manutenção das unidades.

Além disso, o Secretaria de Estado da Educação (Seduc) está distribuindo a todos os 30.155 alunos da rede estadual na cidade, uniformes, tênis e kit escolar, um investimento de mais de R$ 3,5 milhões. Foram gastos ainda R$ 820 mil para garantir a segurança alimentar dos estudantes, por meio do Cartão Alimentação.

Saúde
Uma das obrigações do Estado, que deixou de ser cumprida em anos anteriores, é o repasse de recursos para a Saúde dos municípios, o que garante que as prefeituras consigam executar programas e ações que fortalecem as políticas de saúde.

Desde 2019, o Governo de Goiás já repassou mais de R$ 53,8 milhões para a saúde de Anápolis. Foram R$ 16,3 milhões, em 2019; R$ 30,7 milhões em 2020 e R$ 6,8 milhões em 2021.

Vale lembrar que do valor pago em 2020, R$ 7,6 milhões foram referentes a um repasse extra feito pelo Governo de Goiás, em dezembro.

O Huana
Anápolis conta com o Hospital Estadual de Urgências Dr. Henrique Santillo (Huana), que presta atendimento de alta e média complexidade em urgência e emergência.

O local possui 132 leitos de internação, sendo 51 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), divididos em 21 para casos de Covid-19 e 30 para situações gerais.

Além desta unidade, o Estado mantém um convênio, desde 2019, com a Santa Casa de Misericórdia de Anápolis. O contrato prevê repasse mensal de R$ 599 mil para custeio das internações de UTI e cirurgias eletivas.

Infraestrutura
Por meio da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), o Estado realiza a revitalização do Aeródromo de Anápolis.

No local são executados os serviços de recomposição do asfalto em concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ) no pátio de aeronaves, e microrrevestimento na pista de pouso e no taxiway, além da revitalização integral da sinalização horizontal das pistas. O investimento é R$ 2,1 milhões.

Também é realizado o serviço de recapeamento de 35,1 quilômetros da GO-437, entre Anápolis e Gameleira, com tratamento superficial duplo (TSD) e microrrevestimento, no valor de R$ 7,4 milhões e recapeamento de 33,2 quilômetros da GO-222, entre Anápolis e Nerópolis, com TSD e CBUQ, com investimento de R$ 3,1 milhões.

Outra obra em andamento é o Anel Viário do Daia, com recuperação de processos erosivos no segmento situado na transposição do Rio Extrema. A previsão de investimento é de R$ 1,8 milhão.

Habitação
Só em Anápolis foram entregues 420 unidades habitacionais pelo Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab). Com o objetivo de reduzir o déficit de moradias, foram investidos R$ 43,2 milhões no Residencial Jardim Cerrado I e II, entre recursos estaduais e federais. A primeira obra foi entregue aos moradores em 14 de maio de 2019.

Estão em execução as obras de mais 161 moradias, sendo 112 no Residencial do Cerrado III, 25 no Residencial Boa Esperança IV, e 24 unidades no Loteamento Chácaras Americanas. Somados, os empreendimentos recebem mais de R$ 19,4 milhões em investimento, também entre verbas do Estado e da União.

Além destas, está em andamento a construção da cobertura de uma quadra de esportes no Educandário Espírita de Anápolis, localizada no setor Jundiaí, com recurso de R$ 405 mil. A população que reside no bairro Morada Nova ainda contou com o serviço de regularização fundiária; 53 escrituras estão em fase de registro no cartório para, em breve, serem entregues aos proprietários.


O indicativo de greve que foi aprovado pelo Sindicato dos Professores do DF (Sinpro-DF) após assembleia geral realizada nesta sexta-feira (30/7). Professores estão há quase um ano e meio em trabalho remoto. O retorno às aulas presenciais está marcado para agosto



Após quase um ano e meio sem aulas presenciais, a volta às aulas no Distrito Federal foram comprometidas por um indicativo de greve dos professores da rede pública de ensino. Nesse período os professores trabalharam por quase um ano e meio de forma remota. O retorno às aulas presenciais está marcado para agosto.

Sabemos que muitos professores, no trabalho remoto, tem se dedicado até mais do que quando estavam em sala de aula, vamos ser justos com esses profissionais.

O Sinpro-DF explicou que a decisão da aprovação do indicativo de greve visa alertar o Governo do Distrito Federal que a categoria não aceitará retorno sem todos os protocolos sanitários contra a Covid-19. Nesse ponto eles estão corretos, ninguém quer que os professores e alunos corram risco de vida. Mas não dá para boicotar a volta às aulas, antes mesmo do seu início.

Praticamente todas as outras profissões se sacrificaram em contato quase que direto e em alguns casos em contato direto com o vírus. Foi assim com os profissionais da saúde, da segurança pública e de tantos outros ramos.

Imagine se os comerciantes resolvessem parar de trabalhar por um ano e meio por conta do vírus? Parariam o Estado e quebrariam as empresas.

A situação atual é simples, nos próximos dias, o DF deve passar a vacinar pessoas com 25 anos. Mesmo assim, o sindicato dos professores entende que o GDF não deveria retomar as aulas.

Pergunto o que você acha disso?

Os professores estão pensando nos milhares de estudantes que estão com a educação e o conhecimento prejudicados por conta das aulas remotas?

O futuro dessas crianças está em jogo e sabemos que vocês professores se doam e se importam com seus alunos.

A maioria dos professores quer voltar para a sala de aula, mas o sindicato não quer. Isso é justo?

Professores, vocês são maiores que tudo isso. São guerreiros e a sociedade, neste momento, necessita de vocês.

Por muitas vezes ficamos ao lado dos professores, em outras greves, pois os profissionais necessitam mesmo serem valorizados, mas por hora, necessitamos que os professores retornem à sala de aula. O retorno é mais nobre do que pensar em greve.

Não podemos esquecer que os professores foram vacinados. Não é hora para politização, o momento não permite. No DF, o GDF reduziu o intervalo da vacina para que todos os professores estejam vacinados até o retorno das aulas.

No mais, o DF precisa dos seus professores e o sindicato precisa não transformar isso em palanque político e nem judicializar o retorno das aulas, pois a sociedade não irá aprovar. A carreira dos professores não merece isso.

Aos professores que escolheram voltar para a sala de aula, nossos parabéns e nosso respeito. Aos que preferem politizar esse momento, fica nossa reflexão e nosso apelo para voltarem para a sala de aula.

Iniciativa da Sejuv celebra o Dia Internacional da Juventude, em 12 de agosto, e tem objetivo de gerar interação entre a secretaria e o público



Em comemoração ao Dia Internacional da Juventude, celebrado mundialmente no dia 12 de agosto, a Secretaria de Juventude do Distrito Federal (Sejuv) lança o calendário Juventude do Bem, por meio do qual são propostos desafios diários para os jovens do DF, com objetivo de gerar interação entre esses jovens e a secretaria.

O calendário Juventude do Bem pode ser baixado no site da Secretaria de Juventude | Imagem: Reprodução

Inspirado no movimento Action for Happiness (Ações para Felicidade), o calendário Juventude do Bem valerá durante todo o mês de agosto e, ao longo desse período, várias outras ações serão realizadas, em especial na semana de 9 a 13 de agosto, considerada a Semana da Juventude.

"Para essa semana específica, estamos preparando uma programação muito especial, com lives, dicas de filmes, cursos e lançamento de projetos da Sejuv. Tenho certeza que os jovens gostarão", declara Kedson Rocha, secretário de Juventude do DF.

O Dia Internacional da Juventude foi criado por iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU), em 1999, como consequência da Conferência Mundial dos Ministros Responsáveis pelos Jovens, em Lisboa, Portugal. O secretário lamenta que a pandemia da covid-19 não permita comemorar a data como devido.

"O desejo do nosso coração era fazer uma grande festa para comemorar todas as conquistas deste ano tão importante para nós, mas entendemos o momento e seguimos conscientizando os jovens a respeitarem o distanciamento e seguirem todos os protocolos de saúde", afirma.

Exatamente por isso, ele ressalta, "nossa primeira ação em comemoração ao mês da juventude é o calendário Juventude do Bem com desafios diários e edificantes para os jovens", afirma.

O calendário pode ser baixado no site da Secretaria de Juventude, e aqueles que quiserem compartilhar as atividades propostas só precisam marcar o perfil da Sejuv no instagram @sejuvdf e usar a #juventudedobem para ser repostado pelo perfil da pasta.

O movimento Action for Happiness, de onde veio a ideia do calendário, começou na Inglaterra, com pessoas comprometidas com a construção de uma sociedade mais feliz e solidária. Eles produzem calendários mensais com sugestões de ações para as pessoas realizarem todos os dias e compartilhá-las em suas redes sociais, impulsionando o bem-estar em casa, no trabalho, escolas, universidades e demais locais.

*Com informações da Secretaria de Juventude do DF


Cerimônia teve a presença de familiares do secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, do governador e de outras autoridades e respeitou os protocolos de segurança para evitar a proliferação do coronavírus



Em missa realizada na Catedral de Brasília, foi celebrado o aniversário de 51 ano do secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, o evento aconteceu na tarde desta quinta-feira (29), a cerimônia foi conduzida por Dom Marcony e testemunhada pelo frei Rogério e pelo padre João, todos amigos do aniversariante. 

A celebração contou com a presença do governador Ibaneis Rocha (MDB), da primeira-dama Mayara Noronha e dos familiares, dona Ivonia [mãe], José Clemente [pai], Luiza Clemente [filha], do sobrinho Igor Clemente e amigos.



"Comemorar o aniversário agradecendo a Deus e pedindo conhecimento e inspiração para, no governo, podermos atender melhor à nossa população e melhorar a vida principalmente dos mais humildes", disse o secretário André Clemente.

O secretário de Economia do DF celebrou ao lado de convidados, incluindo deputados, secretários de estado, administradores regionais, presidentes de sindicatos e associações, empresários,  jornalistas, lideranças comunitárias e a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda.

Fotos: Henrique Pinheiro.

 Após a missa, o secretário recebeu os amigos, políticos, presidentes de entidades, empresários e integrantes do governo na Steak Bull churrascaria, para comemorar mais um ano de vida.  


Na coordenação das ações do governo, Casa Civil já tem muito trabalho


Flávia Arruda, ministra-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República - Foto: Marcello Casal Jr.

A ministra-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Flávia Arruda, acha que não há risco de esvaziamento de sua pasta, responsável pela articulação política, com a posse do senador Ciro Nogueira na chefia da Casa Civil.

Para a ministra, Ciro Nogueira na Casa Civil só fortalece o trabalho de articulação política.

Flávia Arruda foi indicada ao cargo pelo deputado Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara, e o novo ministro, presidente nacional do PP, tanto quanto a ministra, são representações políticas dos partidos que compõem o chamado "centrão".

Ciro Nogueira e Flávia Arruda já fizeram várias reuniões "e seguem trabalhando juntos", segundo fonte da Secretaria de Governo. "Não há divisão, nunca houve", completou.

A Casa Civil coordena as ações e programas do governo como um todo, e seu titular seria uma espécie de "primeiro-ministro", inclusive com responsabilidades delegadas pelo presidente da República, como definir e assinar nomeações. Não deve sobrar muito tempo para atuar diretamente na articulação política.

Com informações do Diário do Poder.


Depois de anos de espera e por determinação do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), e muita cobrança da deputada distrital, Jaqueline Silva (PTB), mais espaços de lazer e estudo para os jovens e as crianças de Santa Maria foram entregues. Em visita a Santa Maria, o governador entrega a primeira etapa das obras de implantação do Parque Ecológico e reinaugura a Biblioteca Monteiro Lobato. Ibaneis entregou a primeira etapa das obras de infraestrutura do Parque Ecológico, localizado na Quadra Central 1, em Santa Maria


Foto: Renato Alves.

Após participar da cerimônia de inauguração da rodoviária de Santa Maria, na manhã nesta sexta (30), o governador Ibaneis Rocha inaugurou dois equipamentos públicos para aquela comunidade. Entregou a primeira etapa das obras de infraestrutura do Parque Ecológico, localizado na Quadra Central 1, e as novas instalações da Biblioteca Pública Monteiro Lobato, na QR 315.

Na área do parque, o governador conferiu as novas estruturas construídas no local: parquinho infantil, ponto de encontro comunitário (PEC), quadras de areia e poliesportiva e pergolado ao ar livre. Esse primeiro estágio da implantação do Parque Ecológico começou em março e recebeu investimentos de cerca de R$ 492 mil da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap).

"Aqui não existia nada, e com a participação do Brasília Ambiental, da Terracap e da Novacap [Companhia Urbanizadora da Nova Capital], todo mundo trabalhando em conjunto, pudemos trazer essas melhorias. Já fico feliz de ver crianças e jovens aqui se divertindo", ressaltou Ibaneis Rocha.

O presidente do Instituto Brasília Ambiental, Cláudio Trinchão, comemorou o avanço nas obras. "As intervenções representam mais uma importante conquista para esta gestão. É uma demanda antiga da região que está sendo atendida pelo governo. Seguimos trabalhando para garantir toda a infraestrutura necessária nas unidades de conservação geridas pelo instituto, sempre priorizando a preservação dos espaços ecológicos e o bem-estar da população", destacou.

Conhecimento com zelo
A Biblioteca Pública Monteiro Lobato, que tem um acervo com mais de nove mil títulos, teve o piso e o forro trocados, entre outros benefícios

A última parada da comitiva do governador em Santa Maria foi na Biblioteca Pública Monteiro Lobato, oficialmente reinaugurada nesta sexta (30). A unidade passou por reforma completa, fruto de um investimento de aproximadamente R$ 191 mil, originários de emenda parlamentar da deputada distrital Jaqueline Silva.

Inaugurada em 1995 e com um acervo de mais de nove mil títulos, a biblioteca recebeu obras como a troca do piso e forro, revisão de instalação elétrica e hidráulica, instalação de novo aparelho de ar-condicionado e câmeras de vigilância, manutenção de alambrados e reforma dos banheiros, que agora contam com recursos de acessibilidade.

"Reinaugurar essa biblioteca é trazer um outro espaço para que os jovens e adolescentes daqui possam se dedicar aos estudos, possam se dedicar ao ensino. Fico feliz de fazer parte disso", finalizou o governador.


O governador Ronaldo Caiado, ao lado da presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, anunciou a abertura de 5 mil vagas do Programa Aprendiz do Futuro, nesta quinta-feira (29), em evento no Palácio das Esmeraldas, em Goiânia


Fotos: Lucas Diener.

O projeto do Governo de Goiás, desenvolvido por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), tem como objetivos a promoção da inclusão social, aumento na renda familiar, melhoria na qualidade de vida e garantia da permanência do jovem na escola.

Os adolescentes selecionados serão contratados para aprendizagem profissional em órgãos estaduais e passarão por cursos de qualificação técnica, voltada ao mercado de trabalho, e terão o desempenho escolar acompanhado. Além do pagamento do programa, no valor de R$ 516,66, eles terão direito a vale-alimentação no valor de R$ 150, vale-transporte, 13º salário, seguro de vida e uniforme.

Para Caiado, a iniciativa evidencia uma mudança de cenário no Estado de Goiás quando o assunto é a atenção aos jovens que buscam a primeira oportunidade profissional. "O programa tem que ser educativo e profissionalizante. Temos que dar oportunidade a esses jovens", ressaltou o governador.

Caiado defendeu ainda a missão do programa de promover apoio àqueles que realmente precisam do Governo do Estado. "Serão 5 mil jovens que estariam excluídos da possibilidade de serem bons profissionais; que não teriam esperança de galgar uma posição melhor e ter uma condição de vida melhor", declarou ao defender o propósito de transformação do futuro.

Ao mencionar o processo multidimensional para a seleção dos beneficiários do programa, a primeira-dama Gracinha Caiado defendeu que o Governo do Estado está "no caminho certo para cuidar das pessoas". "É a certeza da mão do Estado estendida àqueles que realmente precisam", reforçou. Ao falar sobre os critérios para a escolha dos bolsistas, a primeira-dama lembrou que a atenção aos vulneráveis está acima de questões partidárias. "O governador Caiado faz política com os políticos e olha que ele é bom nisso. Agora, quando nós falamos em apoio social, o importante é o resultado. Não podemos fazer política com as pessoas que tanto esperam a mão estendida e apoio do governo", endossou.

Durante a solenidade, Caiado anunciou também a entrega de 5 mil tablets para todos os jovens que participarão do Aprendiz do Futuro. O Governo de Goiás garantiu 4 mil equipamentos e a Rede Nacional de Aprendizagem Promoção Social e Integração (Renaspi), parceira do Programa, mais mil unidades. Além disso, os participantes que apresentarem melhor desempenho serão contemplados com bolsas de estágio, na modalidade de intercâmbio na Espanha.

Vale lembrar que as inscrições do programa começam no próximo domingo, 1º de agosto, e seguem até o dia 15 do mesmo mês. O projeto contemplará menores de 14 e 15 anos, dos 246 municípios goianos. "Temos a responsabilidade de dar aos jovens condições mínimas de qualidade de vida", frisou Caiado.

Contratação
De acordo com o secretário de Desenvolvimento Social, Wellington Matos de Lima, o Aprendiz do Futuro chega com uma nova proposta. "O objetivo é oferecer oportunidades com incentivo aos estudos e à capacitação. Vamos auxiliar o dia a dia desses jovens, mas vamos também consolidar um futuro de sucesso", comemorou.

Já o vice-governador Lincoln Tejota ressaltou o fortalecimento das políticas sociais no Governo do Estado que, hoje, tem programas reais para "acolher as pessoas mais carentes". "O que estamos entregando para esses jovens não é uma vaga de trabalho, estamos entregando uma perspectiva de um futuro diferente", afirmou.

A presidente da Renaspi, Raquel Barbosa, enalteceu a iniciativa governamental de incluir os jovens no mercado corporativo. "Goiás está saindo na frente. Não é apenas a realização de um trabalho social, mas um legado que vai alcançar inúmeras famílias diretamente e indiretamente", defendeu.

"Investir nos nossos jovens, no futuro do nosso Estado, é aplicar os recursos com responsabilidade", salientou o presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira, ao expor que, em ações como esta, percebe-se que o Governo, sob a condução de Caiado, está "atento às necessidades da população".

O deputado estadual Henrique Arantes afirmou que vê o estabelecimento do programa "com esperança" e reconheceu que a proposta resulta da condução eficiente da gestão. "O Estado está sim avançando e tendo capacidade de investir, vocês fizeram gestão bem feita para que os recursos sejam aplicados em programas como este", frisou.

Qualificação Técnica
O Aprendiz do Futuro visa ainda contribuir para a formação e qualificação técnico-profissional destas pessoas. Por isso, os cursos oferecidos estão entre as principais demandas do mercado e as disciplinas escolares básicas, como português e matemática, serão reforçadas.

Segundo dados apresentados pelo secretário de Desenvolvimento Social, Wellington Matos de Lima, houve um crescimento do número dos jovens que trabalham e não estudam de 18% para 22%. "É importante ressaltar que a crise econômica afetou também o envolvimento escolar desses jovens. Nosso papel é construir uma ponte entre o momento de dificuldade e a recuperação tão esperada. E não há ponte melhor que oportunidade", finalizou.

Prestigiaram o lançamento do programa os secretários de Estado Bruno D'Abadia (Administração) e Tony Carlo (Comunicação); os presidentes  Rivael Aguiar (GoiásFomento), Haroldo Naves (Federação Goiana dos Municípios – FGM – e prefeito de Campos Verdes) e Carlão da Fox (Associação Goiana dos Municípios – AGM –  e prefeito de Goianira); o prefeito de Anicuns, Paulo César  Nascimento; o vice-prefeito de Anicuns, Domingos Valadão; e o vice-presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Luiz Sampaio.


Centro Dia do Idoso vai proporcionar aos idosos lazer, descanso e cuidados profissionais durante o horário comercial


Foto: Bruno Velasco

A inauguração, nesta quinta-feira, 29, do Centro Dia do Idoso Vilma Rodrigues, em Anápolis, é resultado de um projeto idealizado pela saudosa vereadora que dá nome ao local sonhou e o poder executivo municipal colocou em prática. O Centro é todo preparado para atender idosos acima de 60 anos, cujas famílias estão em situação de vulnerabilidade social e que precisam de apoio para cuidar de seus entes em horário comercial – enquanto trabalham ou estudam.

Emocionada, a primeira-dama, Vivian Naves, falou do olhar cuidadoso para com o outro. "Dona Vilma mora no meu coração. Era uma das primeiras pessoas a passar lá em casa de manhã para me levar conhecer pessoas e abrigos. Um dia, ela me disse que, quando ela não estivesse mais aqui, gostaria que eu continuasse esse trabalho. E eu faço isso todos os dias. A dona Vilma me inspira", disse com voz embargada.

O filho de Vilma Rodrigues, delegado Manoel Vanderic, afirma que esse era o grande sonho de sua mãe, mas entende que há muitas pessoas envolvidas no resultado final. "A estrutura aqui é toda nova e vai permitir que os idosos recebam um cuidado especial", explica sobre o atendimento que será dado a até 30 usuários.

"Estamos atendendo uma demanda da população. Hoje temos um local próprio para que a família anapolina deixe seu idoso, sem perder o vínculo familiar, já que é um serviço que dura 10 horas por dia. Ou seja, cuidamos da pessoa que você ama, enquanto você possa trabalhar ou estudar", finaliza o prefeito Roberto Naves.

Estrutura
São 344 metros quadrados de área construída – com salas para repouso, ambulatório, atividades individuais e coletivas, de convivências, copa/cozinha, almoxarifado, refeitório, banheiros e área externa com academia. "É uma estrutura moderna e totalmente voltada para idosos", diz o secretário de Obras, Francisco Lacerda.
GDF Contra a Covid-19