Professor Wellington Bessa será entrevistado pelas redes sociais da Prefeitura de Goiânia nesta segunda-feira (10)


Fotos: Laís Borges.

A Prefeitura de Goiânia realiza, nesta segunda-feira (10/5), mais uma live pelas redes sociais e dessa vez  para discutir os desafios da Educação em tempos de pandemia e a modernização da estrutura física das unidades de ensino da capital. O titular da Secretaria Municipal de Educação (SME), professor Wellington Bessa, será entrevistado a partir das 12 horas. Já foram mais de 10 lives abordando diversos temas de interesse da população.

Vários assuntos serão pontuados na transmissão ao vivo, como a formação continuada dos profissionais da educação, as ferramentas utilizadas no ensino remoto, a implantação dos protocolos de biossegurança contra Covid-19 na Rede Municipal de ensino e o trabalho de ampliação e modernização das escolas e CMEIs da cidade.

Toda a população pode participar da live enviando sugestões, dúvidas e perguntas pelo Facebook da prefeitura. A participação de todos, inclusive, é essencial para a construção democrática das políticas públicas educacionais de Goiânia.

"Aguardamos a presença de pais, alunos, profissionais e entusiastas da área para discutir os desafios e os avanços da gestão do prefeito Rogério Cruz na área da Educação. Acreditamos que o envolvimento de todos é fundamental para o desenvolvimento de um trabalho de excelência na SME", afirma o professor Bessa.


É constante o crescimento dos desafios da Administração Pública para atender a demanda social em educação, saúde, segurança pública e infraestrutura, como a rural, e levar benefícios à população


Por Juliana Rodrigues Gomes Muniz

Diante desse cenário, parcerias firmadas entre a União e os estados e municípios mostram-se como boas alternativas para estes incrementarem suas receitas e conseguirem cumprir a missão de concretização das políticas públicas.

O Governo Federal é comumente o maior parceiro financiador do desenvolvimento das unidades federativas do País. Por intermédio de seus Ministérios e sua estrutura, a União disponibiliza recursos através de programas federais, editais, chamadas públicas e outros meios de repasse voluntário, destinados à construção de escolas, hospitais, recuperação de malha viária para tráfego de motoristas e escoamento da produção agrícola, assim como investimentos voltados ao atendimento do interesse público. Porém, não se pode perder de vista a existência de outros agentes financiadores nacionais e internacionais, que também fomentam o desenvolvimento dos entes federados dentro da sua área de atuação.

O acesso a esses recursos não é uma tarefa fácil, pois é burocrático e viabilizado, geralmente, mediante apresentação de projeto específico formulado pelo proponente com informações detalhadas. É necessário apresentar dados como escopo do projeto, justificativa de proposição, objetivos pretendidos, resultados esperados, público-alvo, indicadores, delimitação de tempo e custo, juntamente com documentos complementares, para análise de sua viabilidade técnica e financeira.

Nesse processo de captação de recursos é fundamental para a maximização dos resultados exitosos do proponente, que ele desenvolva uma boa estratégia, com base na identificação das demandas latentes e possíveis agentes financiadores, análise de riscos, recursos necessários, conheça as regras previamente estabelecidas pelo "dono do dinheiro", e por fim, a confecção de um bom portfólio de projetos.

Em trabalho publicado em 2019 pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), baseado em uma coleta de dados do período de 2008 a 2016, de propostas de captação de recursos pleiteadas junto ao Governo Federal e operadas no Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse (SICONV), foi possível construir indicadores para análises, a exemplo da qualidade das propostas apresentadas e o grau de sucesso das transferências voluntárias. A pesquisa demonstrou que os interessados que possuem maior capacidade técnica e administrativa tendem a ter suas propostas aprovadas em detrimento daqueles que apresentam propostas com falhas.

Mesmo diante da complexidade que envolve as ações de captação de recursos, é notório que o êxito dessa operação contribui para a concretização de políticas públicas. No setor agropecuário é possível perceber sua importância por meio dos benefícios entregues nos últimos dois anos aos diversos municípios goianos. Entre as melhorias estão entregas de maquinários e equipamentos agrícolas para mais de 230 municípios, que superaram o patamar de mais de R$ 100 milhões, assim como recursos para projetos em execução que visam apoiar a cadeia produtiva da mandioca, recuperação de estradas vicinais, promoção do desenvolvimento socioeconômico sustentável através da utilização de recursos hídricos, entre outras ações voltadas aos produtores rurais. A captação de recursos é um trabalho estratégico e organizado, mas que traz resultados em benefícios para toda a sociedade.

 *Juliana Rodrigues Gomes Muniz é gerente de Projetos e Inovação Agropecuária da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).


Com 16 programas sociais, o GDF também realizou no sábado (08), uma ação social para mães carentes de Ceilândia. A ação foi uma parceria entre o Comitê Todos Contra a Covid e o Instituto Aidê Araújo proporcionou alegria a cerca de 800 famílias carentes de Ceilândia. As mães receberam neste sábado (8) cestas básicas e kits de higienização, em comemoração ao Dia das Mães, que acontece neste domingo (9)  


Fotos: Vinicius Melo.

"Como algumas mães passariam o seu dia sem ter o que comer em casa? Isso me fez clamar a Deus por uma solução que chegou melhor do que eu pedi", disse Aidê Araújo, fundadora do Instituto, agradecida pela quantidade de cestas recebidas.

Ela, que é mãe de cinco filhos e mais netos, bisnetos e até tataranetos, sentiu-se tocada pela situação. "Eu não poderia deixar que outras mães, como eu, ficassem sem ter o que dar a seus filhos justamente no dia que era pra ser especial", explicou Aidê.

As arrecadações vieram de empresas e órgãos governamentais, além dos membros do instituto, que compraram as cestas. As cestas e os kits foram entregues pelo governador Ibaneis Rocha e pelo vice-governador Paco Britto, que é presidente do Comitê. Também participaram o secretário de Atendimento à Comunidade, Severino Cajazeiras; e o administrador de Ceilândia, Marcelo Piauí.

"O governo tem procurado reduzir o impacto da crise para as famílias mais carentes. Já atendemos 700 mil pessoas com algum tipo de auxílio, estamos gerando empregos com obras públicas, mas este tipo de ação que vemos hoje também é importante", disse o governador Ibaneis Rocha.

"Não posso deixar de agradecer por tamanha alegria ao ver que esse mesmo desejo ainda hoje traz a felicidade para tantas mães que amanhã terão um dia melhor", concluiu dona Aidê. Com o auxílio da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), os beneficiados foram organizados em fila.

Outros projetos sociais do GDF

Programa Prato Cheio
Quem tem direito: Famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional, pré selecionadas pela SEDES.
Valor: R$250,00
Formas de uso: compras na função débito em estabelecimentos alimentícios.
Período de recebimento: Mensal, por três meses.

Programa Cartão Creche
Quem tem direito: crianças de 0 a 3 anos de idade, moradoras do Distrito Federal.
Valor: R$803,57
Formas de uso: função débito do cartão.
Período de recebimento: até a criança completar 4 anos de idade.

Programa Mobilidade cidadã
O benefício foi criado por meio de parceria entre as secretarias de Desenvolvimento Social; de Economia; e de Transporte e Mobilidade, para minimizar os impactos da pandemia da covid-19 junto a taxistas e motoristas de transporte escolar.  
Quem tem direito: Proprietários de veículos escolares e taxistas.
Valor: R$600,00
Período de recebimento: mensal, por três meses.

Programa DF Sem Miséria
O Plano Pela Superação da Extrema Pobreza – DF Sem Miséria,  programa que estabelece ações integradas e articuladas das diversas políticas públicas com vistas à garantia de direitos de cidadania e superação da extrema pobreza no DF, por meio de acesso à renda, serviços públicos, projetos de inclusão produtiva e geração de emprego e renda.

Programa Criança Feliz Brasiliense
O programa Criança Feliz Brasiliense tem a finalidade de apoiar as famílias em seu papel protetivo, além de ampliar a rede de atenção e cuidado para o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância. Para isto, tem como principais ações as visitas domiciliares e a articulação intersetorial. As visitas domiciliares do Programa, tem duração média de 45 minutos e acontecem de forma planejada e sistemática, nelas os visitadores realizam orientações sobre práticas que fortalecem o desenvolvimento da criança, os vínculos familiares bem como sobre o acesso aos serviços para a garantia de direitos.

Programa Tarifa Social do GDF
Famílias cadastradas na Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) têm direito a descontos de até 65% na conta de energia. Atualmente, cerca de 12 mil clientes do Distrito Federal estão inscritos, mas a NEOenergia Distribuição Brasília acredita que o contingente pode ser ainda maior. Para ter acesso ao desconto, o cliente deve estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). As famílias inscritas nesses programas devem obter o Número de Identificação Social (NIS) diretamente em um Centro de Referência e Assistência Social (Cras) da região administrativa onde residem.

Programa de Habilitação Social do GDF
O programa de Habilitação Social – Primeira Habilitação para o Transporte e Inserção de Novos Motoristas é uma iniciativa do GDF, Detran/DF e da Secretaria de Desenvolvimento Social. O projeto permite que jovens de baixa renda tenham acesso à primeira CNH gratuitamente em todo o DF.  O programa oferece às famílias em vulnerabilidade social a oportunidade de emitir gratuitamente a primeira carteira de habilitação. O Código Familiar é o número de identificação de cada lar junto ao Cadastro Único, ou seja, cada família tem o seu próprio código. E esse é o número que deve ser utilizado no ato da inscrição da Habilitação Social.

Programa Cartão Material Escolar
É um cartão magnético de débito, cujos valores são utilizados para que o filho (ou filhos) dos beneficiários possam estudar na escola com alguns materiais específicos financiados pelo programa, comprando em papelarias credenciadas para o volta às aulas na rede pública, seja na educação infantil, educação básica ou em demais instituições de ensino.  Para quem está na educação infantil e no ensino fundamental, o auxílio é de R$ 320. Estudantes do ensino médio recebem R$ 240.

Programa Bolsa Alimentação Escolar
O programa foi criado em março de 2020, no início da pandemia da Covid-19, para garantir a segurança alimentar e nutricional dos estudantes das escolas durante a suspensão das atividades presenciais.  Os beneficiários da Bolsa Alimentação Escolar recebem proporcionalmente ao número de dias em que o estudante estaria na escola. Tinha direito a receber os 106.435 estudantes da rede pública que fazem parte do programa Cartão Material Escolar (CME), cujas famílias são beneficiárias do Bolsa Família. A Bolsa Alimentação Escolar atendeu mais de 106 mil estudantes, cujas famílias fazem parte do Bolsa Família. Para cada refeição (almoço e/ou janta) que fariam na escola, receberam R$ 3,98, definidos conforme o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). O investimento total da Secretaria de Educação chegou a R$ 88.555.187,06.

Programa Bolsa Alimentação Creche
O programa foi criado em março de 2020, no início da pandemia da Covid-19, para garantir a segurança alimentar e nutricional dos estudantes das creches durante a suspensão das atividades presenciais. O pagamento foi feito mensalmente e durou até março de 2021. A  Bolsa Alimentação Creche foi destinada a 23 mil crianças matriculadas nas nas creches do GDF e instituições parceiras. O valor é fixo: R$ 150 por mês. O investimento por mês foi de R$ 3.477.690.

Programa Bolsa Alfa
Programa de transferência de renda direta às famílias destinada aos integrantes das famílias beneficiárias do PBF com idade superior a quinze anos que estiverem inscritos e frequentando os Cursos de Educação de Jovens e Adultos da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal.

Programa Bolsa Atleta
É um programa de patrocínio individual de atletas e Paratletas de alto rendimento que obtêm bons resultados em competições nacionais e internacionais de sua modalidade. O programa garante condições mínimas para que se dediquem, com exclusividade e tranquilidade, ao treinamento e competições locais, sul-americanas, pan-americanas, mundiais, olímpicas e paralímpicas. O benefício do Programa Bolsa Atleta será concedido no ano exercício, configurando até 12 recebimentos. O valor mensal do benefício será concedido de acordo com a classificação dos atletas e dos níveis da modalidade.

Programa Caminhos da Cidadania
É um programa da política de assistência social que visa beneficiar adolescentes de 15 a 17 anos inscritos no Cadastro Único, preferencialmente integrantes do Bolsa Família, com vistas para o alcance de alternativas emancipatórias para o enfrentamento da vulnerabilidade social, bem como preparar o jovem para o mercado de trabalho. Integrado ao Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. (Atualmente Suspenso de acordo com o Decreto 40.520, de 14 de março de 2020)

Cesta Emergencial do GDF
 A Cesta de Alimentos Emergencial é um Programa de Provimento Alimentar Direto em caráter emergencial que consiste na concessão de cestas de alimentos em caráter temporário e transitório direcionadas às famílias e pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional (falta de alimentos de qualidade e em quantidade suficiente para prover a subsistência da família ou da pessoa). A Cesta Emergencial é composta por duas partes: a parte seca (alimentos não perecíveis) e a parte verde (frutas, verduras e legumes). Casos excepcionais de concessão de cesta básica in natura deverão ser avaliados por especialista em assistência social que sinalize o fator primordial que gera a necessidade da provisão alimentar prescindida dos critérios
estabelecidos.

Cesta Verde
Programa do GDF complementa cesta básica que já é entregue a famílias em situação de vulnerabilidade. A partir de agora, famílias em situação de vulnerabilidade com renda per capita inferior a meio salário mínimo (R$ 499) receberão do GDF uma cesta composta de frutas e vegetais juntamente com a cesta básica de produtos não perecíveis entregue todo mês.

Projeto Golfinho
O Projeto Golfinho atende atualmente 400 crianças e adolescentes, de 6 a 16 anos, da Rede Pública de Ensino do Distrito Federal e que se encontram em situação de vulnerabilidade social (evasão escolar, trabalho infantil, violência doméstica, vitimização, drogas e desestruturação familiar). Os beneficiários do Projeto são de famílias de baixa renda e residentes de Ceilândia e do Itapoã. O ingresso no Golfinho ocorre na idade entre 6 e 10 anos. A seleção é feita por parcerias com Escolas Públicas que fazem a indicação e o encaminhamento. No Projeto são realizadas atividades pedagógicas (educação sanitária e ambiental, desenvolvimento da escrita, leitura e raciocínio lógico) e práticas esportivas (jogos cooperativos e natação), visando a integração e autonomia social, disseminação de valores éticos e construção da cidadania. Com funcionamento contínuo de janeiro a dezembro, todos os serviços essenciais à operacionalização (acompanhamento profissional, alimentação, transporte, material pedagógico e esportivo) são contratados pela Caesb por meio de licitação pública e a sua gestão está a cargo da Gerência de Qualidade de Vida e Responsabilidade Social, não havendo qualquer tipo de patrocínio ou convênio oneroso para a Caesb.


Em conversa com o portal Empreender Brasília, o empresário e fundador do Mundo dos Filtros e da Bio Mundo, o empresário celebrou o recebimento do Prêmio Empreender Brasília 2021



O prêmio Empreender Brasília é uma iniciativa do Portal Empreender Brasília, que busca dar reconhecimento aos empresários de Brasília. E hoje entrevistamos o empresário Edmar Mothé, que conta com mais de 40 anos de experiência no mercado. Dono da Mundo dos Filtros, é também fundador da Bio Mundo junto com sua filha, Adriana Mothé. "Ganhar um prêmio é sempre bom! É um reconhecimento do nosso trabalho", afirma Mothé.



Em entrevista ao Portal Empreender Brasília, o empresário fala sobre os planos de ampliação e sobre o crescimento acelerado de seus empreendimentos "Hoje a Bio Mundo possui centro e trinta e cinco (135) operações, com cento e cinco (105) lojas funcionando e as outras trinta e cinco (35) em obras, em fase de projeto, sabe? Nós estamos com um crescimento acelerado, mesmo com pandemia.  Com o objetivo de chegar aí, no final do ano, com cento e sessenta (170) operações. Toda semana a gente está inaugurando lojas, né? Pelo Brasil. Estamos hoje em dezesseis estados." A Bio Mundo pretende promover a saúde e o bem estar por meio de um mix de produtos completos e variados. A empresa conta com uma grande variedade de produtos a granel, frescos e selecionados.

Paulo Melo, editor do portal Empreender Brasília, destaca a importância de premiar as lideranças empresariais que se empenham em empreender na capital de todos os brasileiros, "o portal Empreender Brasília vê o empreendedor do Distrito Federal como um grande vencedor, que apesar das dificuldades da pandemia mantém o seu negócio aberto, que está gerando empregos e pagando os seus impostos, todos os empreendedores que não quebrarem com esses lockdowns, são merecedores do prêmio Empreender Brasília, pela sua capacidade de superar dificuldades", comentou Melo.

Edmar fala também sobre seu outro empreendimento de sucesso, o Mundo dos Filtros, inaugurado em 1981 no Comércio Local Norte, na quadra 102, "É, sim, eu sou o fundador da Bio Mundo, como sou também fundador da Mundo dos Filtros. É sempre uma responsabilidade, quando criamos um modelo, que esse modelo seja um sucesso. Você chegar a um sucesso já é difícil, não é fácil, e você manter esse sucesso é um desafio maior ainda, né? Então, os nossos planos são crescer no modelo de franquia com solidez e principalmente, uma rede de franquia só dá certo se seus franqueados estão fazendo dinheiro, né?  Então, nosso maior objetivo, nosso plano, é exatamente crescer de uma forma saudável, com uma rentabilidade bacana na nossa rede.

Com dois cases de sucessos em Brasília, Edmar Mothé, deixa uma mensagem de incentivo para aqueles que assim como ele, decidiram empreender em sonhos "Todos nós sabemos, estamos passando por um momento agora difícil, né? Mas nós empresários já passamos por vários momentos difíceis, né? Então, todos nós temos várias qualidades.  É hora de botar em campo a nossa melhor qualidade, né? E tudo isso vai passar e quando passar aqueles que resistirem, sairão muito mais forte lá na frente.  O negócio agora é resistir, insistir, persistir, mas nunca desistir."

Prêmio Empreender Brasília
Em 2020 nasceu o Prêmio Empreender Brasília, abrindo as portas para o reconhecimento e valorização dos empreendedores que investem e buscam se destacar no Distrito Federal.  O prêmio promovido pelo portal Empreender Brasília é feito através de pesquisa quantitativa popular e eletrônica. O prêmio Empreender Brasília busca impulsionar os negócios do Distrito Federal. A iniciativa do portal Empreender Brasília tem o objetivo de estimular o empreendedorismo no DF,  consolidando os empreendimentos das cidades, impulsionando negócios nascidos em Brasília, dando destaque a valorização do empreendedorismo para o fortalecimento do setor de comércio e serviço e criando oportunidades de networking e colaboração entre empreendedores.

O  Prêmio Empreender Brasília foi criado para valorizar, incentivar e estimular os pequenos negócios a crescerem cada vez mais, em um ambiente mais justo, competitivo e sustentável. O prêmio é uma iniciativa realizada pelo portal Empreender Brasília, referência no setor, com forte penetração no mercado ao longo dos seus 7 anos de história. O Prêmio Empreender Empreender Brasília 2021 segue com critérios técnicos por meio de pesquisa quantitativa, popular e eletrônica que visa destacar empreendedores em diversas categorias. Aproveite e conheça o portal Empreender Brasília: https://www.empreenderbrasilia.com.br/

Bio Mundo
A rede de lojas de produtos naturais Bio Mundo, conta com 135 lojas, foi fundada pelo empresário Edmar Mothé, que computa mais de 40 anos de experiência no varejo, está presente nos estados do Distrito Federal, Rio de Janeiro, Goiás, Minas Gerais, Tocantins, Maranhão, Bahia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo e abriu expansão para todo o país.

A empresa vem promovendo saúde e bem estar na vida das pessoas e conta com o mix de produtos mais completo e variado do país, que inclui produtos diet, light, integrais, orgânicos, funcionais, sem glúten, sem lactose e suplementos esportivos. Além dessa grande diversidade, inovando com uma grande variedade de produtos a granel, frescos e selecionados (sementes, grãos, frutas desidratadas, chás, farinhas e temperos). Esses produtos fornecem aos seus clientes a oportunidade de experimentar e escolher a quantidade que desejarem, gerando mais economia e menos desperdício.
 
Além da variedade, qualidade e bom preço dos produtos Bio Mundo , o diferencial é o atendimento, especializado e alinhado ao compromisso de zelar pelo melhor relacionamento com os clientes. Para isso, a Bio Mundo conta com uma equipe de profissionais treinados e preparados para orientar e informar os clientes sobre os produtos e seus benefícios, além de fornecer dicas nutricionais e receitas saudáveis.
 
As lojas Bio Mundo estão estabelecidas em locais de fácil acesso, oferecem design único e sofisticado, sendo planejadas para fácil localização dos produtos e para uma boa circulação de pessoas. Em busca de preservar o planeta, utilizam somente papéis reciclados, sacolas biodegradáveis e lâmpadas de LED, além disso, os granéis oferecem a possibilidade de redução do uso de embalagens.  Aproveite e conheça o site da Bio Mundo: https://www.biomundo.com.br/

Mundo dos Filtros
A empresa conta com 40 lojas, que realiza venda de filtros, eletroportáteis, eletrodomésticos e utilidades domésticas em geral, conta com 35 lojas, 500 funcionários e se destaca também pela rápida entrega e bom serviço de instalação dos produtos.A  Mundo dos Filtros tem os melhores preços em Ventilação, Purificadores de água, Eletrodomésticos e Eletroportáteis. Venha conferir!

O Mundo dos Filtros é uma empresa que atua na venda de filtros, eletroportáteis, eletrodomésticos e utilidades domésticas em geral. Teve o início de suas atividades na Capital Federal, expandindo sua área de atuação nas demais cidades do entorno. A empresa, hoje, com mais de trinta anos de tradição, é considerada líder no segmento de filtros. Conheça o site: https://www.mundodosfiltros.com.br/
Pesquisa da ESPM mostra que a escolha por ter filhos, pode penalizar financeiramente mais as mulheres que os homens

Foto: Renato Oliveira.

Ter filhos leva a uma grande penalização financeira às mães, principalmente se elas são solo, separadas ou viúvas. Por outro lado, os homens não sentem tamanho impacto no orçamento. Logo depois do primeiro filho, as reduções no salário podem chegar até 9% para a mulher. As mães solo são um dos grupos mais vulneráveis, já que são responsáveis não só pelos cuidados, mas pelos gastos com os filhos

A maternidade é um momento mágico para muitas mulheres. Entretanto, ter filhos leva a uma grande penalização financeira às mães, principalmente se elas são solo, separadas ou viúvas. Por outro lado, os homens não sentem tamanho impacto no orçamento. Os fatores que levam a essa conjuntura são expostos em um estudo da ESPM chamado ''Bem-Estar Financeiro das Mulheres: uma Revisão Sistemática da Literatura e Caminhos para Futuras Pesquisas', divulgado em abril.

De acordo com o professor Mateus Ponchio e as pesquisadoras de doutorado Virgínia Gonçalves e Roberta Basílio, responsáveis pelo estudo, as mulheres são obrigadas a assumir múltiplos papéis na maternidade, enquanto os pais conseguem estar mais focados no trabalho. A equipe analisou 130 artigos científicos publicados entre 1990 e 2020 para identificar os elementos que afetam o bem-estar financeiro feminino.

"A questão que identificamos da maternidade é que ela é um ponto de inflexão na vida financeira da mulher, já que aumenta a sobrecarga e o papel como cuidadora de filhos e da casa. Em contrapartida, diminui o engajamento dela no mercado de trabalho. A mulher tende a ter jornada reduzida ou irregular, indas e vindas em empregos, e isso afeta a renda e a percepção de bem-estar financeiro", afirma Gonçalves.

Internacionalmente, essa situação é chamada de 'motherhood penalty', ou seja, uma penalização da maternidade. "Logo depois do nascimento do primeiro filho, as reduções do salário podem chegar até 9% para a mulher", diz Gonçalves. "As mulheres também acabam se dedicando mais a cuidar não só dos filhos, mas de todos da família."

De fato, segundo pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em 2019 as mulheres dedicavam 21,4 horas semanais aos cuidados de pessoas ou afazeres domésticos, enquanto os homens apenas 11 horas. Essa diferença afetaria, segundo os especialistas, a forma como a mulher ganha dinheiro e, por consequência, o bem-estar financeiro delas.
 
Quando ocorre uma separação, os homens geralmente tendem a ficar com a propriedade da casa, enquanto as mulheres ficam com a guarda dos filhos – e precisam arcar com custos que não são devidamente cobertos pela pensão alimentícia.

"As mães solo aparecem em vários estudos como o público que tem a situação financeira mais vulnerável, porque elas ficam responsáveis não só pelos cuidados, mas por arcar com os custos financeiros da criança", afirma Gonçalves. "E quando a mãe se divorcia e se casa novamente, isso diminui a possibilidade dos pais pagarem a pensão alimentícia para os filhos."

Políticas públicas de inclusão
As iniciativas para amenizar o impacto financeiro são multidisciplinares e passam por políticas públicas mais eficazes, educação financeira e estudo dos comportamentos. "O protagonismo da mulher no controle da sua vida financeira é fundamental", afirma Gonçalves. "E as próprias instituições financeiras ou as escolas podem ajudar a suprir um déficit de conhecimento financeiro da mulher em relação ao homem."

Um segundo ponto é a apresentação de produtos financeiros que conversem com as particularidades dessa parcela da população. "Os próprios bancos poderiam pensar em oferecer produtos mais aderentes às necessidades das mulheres, que informem melhor as consequências de determinadas ações financeiras. Por exemplo, existe um aumento grande de gastos quando o primeiro filho nasce. Será que essa projeção financeira não poderia ser entregue previamente para que ela enxergasse isso? Oferecer perspectivas de previdência que ela teria com as perspectivas financeiras que a mulher tem no presente?", afirma a especialista.

A implementação de políticas que contribuam para amenizar as diferenças em relação aos papéis sociais de homens e mulheres e estimular a empregabilidade dessas mães também são essenciais para reduzir essa penalização financeira. Para Gonçalves, reduzir a diferença entre a licença-maternidade e a licença-paternidade, para que o homem também tenha mais cuidados com os filhos, pode reduzir a diferença salarial.

Preocupações com o futuro
A falta de preparação para o futuro afeta as mulheres, principalmente as mães viúvas. Fora o trauma da morte do companheiro, elas também sofrem um grande estresse econômico por ausência de planos de previdência, maior expectativa de vida e menor propensão a se casar pela segunda vez.

"Estudos apontam que a socialização financeira da mulher é mais tardia que a dos homens. É mais frequente encontramos crianças do sexo masculino aprendendo com o pai a como fazer a gestão do dinheiro, planejar, poupar. Mas essa conversa acaba chegando para a mulher mais tarde. O envolvimento delas acaba sendo menor e isso impacta o comportamento dela no futuro", diz Ponchio.

O professor ressalta ainda que a população brasileira, no geral, não tem o hábito de poupar pensando à frente. "O brasileiro não tem reserva de emergência para a semana que vem, quiçá colchões financeiros para daqui 40 ou 50 anos", ressalta. E não seria apenas a educação financeira que resolveria esse panorama.

"Temos que lembrar que as pessoas estão inseridas em tecidos sociais que são ricos, então muitos desejos e vontades vão falar mais alto que os aspectos cognitivos. Não é só a pessoa saber o que é inflação, o que são juros do cartão de crédito. É muito mais que isso, isto é, é necessário entender porquê as pessoas gastam como gastam, levando em conta esse contexto.", conclui.

Com informações do Estadão Conteúdo.


O Dia das Mães é uma data móvel, ou seja, o dia a ser comemorado depende do ano, mas no Brasil é sempre no segundo domingo do mês de Maio. Em vários países é comemorado em outras datas, que vão desde março até dezembro




Para trazer conforto, segurança e muito sabor às mesas brasilienses, a Galeteria Beira Lago resolveu apostar na tradição do galeto assado na brasa, acompanhado por maionese, salada verde, farofa, massa caseira à bolonhesa, molho de ervas, polenta frita e arroz, resgatando o clima de família nesse Dia das Mães com muita responsabilidade. O Dia das Mães é um dia para celebrar e agradecer a todas as mães pela dedicação, amor e carinho que dão aos seus filhos diariamente.

A Páscoa é considerada uma das festas mais importantes para os cristãos, pois celebra a ressurreição de Jesus Cristo, que morreu com o intuito de libertar a humanidade do pecado. Assim, a Páscoa judaica também comemora a libertação do seu povo, que era escravizado. A Páscoa marca o fim da chamada Semana Santa, que se inicia no Domingo de Ramos e termina no Domingo de Páscoa.

Quando se quer almoçar uma comida gostosa e rápida: a Galeteria Beira Lago é a sua melhor opção. Localizada no Lago Sul, a comida de boa qualidade, o ótimo atendimento e a rapidez para o alimento chegar à mesa são o diferencial de qualquer outra casa. A casa oferece um prato único: galeto assado na brasa, acompanhado por maionese, salada verde, farofa, massa caseira à bolonhesa, molho de ervas, polenta frita e arroz. O franguinho chega às mesas sem parar, até que o cliente diga que está satisfeito.

João Miranda, sócio proprietário da Galeteria, já abriu 17 restaurantes em Brasília, dentre eles o Fogareiro, na Asa Norte e o Babytique, na rua dos restaurantes. "Fiz uma análise no ano de 2007 e percebi que faltava em Brasília uma casa de rodízio de carne branca", conta.

A galeteria possui estacionamento amplo, espaço agradável para cinco ambientes e atualmente está funcionando somente no horário de almoço, devido à pandemia. Neste final de ano, está com agenda aberta para confraternizações e eventos corporativos durante o período noturno.

Atualmente o restaurante tem um dos melhores espaços de Brasília. "Tenho uma vasta experiência no ramo. O estacionamento é muito bom, digo que de restaurantes é um dos mais amplos que tem na capital federal. É uma casa grande, são 5 salões, a casa é imponente, com ar condicionado, nossa arquiteta Monica Pinto foi muito feliz no projeto. O atendimento é rápido, a carne branca é um sucesso no mundo, o galeto não tem hormônio.", afirma Miranda.

"A casa desde 2007 é um sucesso de público. Estamos perto da Câmara, Senado, Tribunais, durante a semana recebemos os funcionários públicos e os políticos. No final de semana recebemos as famílias daqui dessa região mais próxima", comenta Miranda, proprietário.

A casa é reconhecida pelo tradicional rodízio de galeto elogiado por todos, com acompanhamentos e temperos especiais, dentre elas a salada de maionese e a polenta. A galeteria já foi eleita por várias vezes a melhor de Brasília.

Miranda é um dono que, diferente de muitos outros, também trabalha na casa auxiliando seus 27 funcionários, cativando seus clientes com bom humor, conversas na mesa e fotos. "A galeteria é uma casa super familiar, agradável. A comida é rápida, no máximo 5 minutos a comida já está na mesa. Estamos aprimorando nosso atendimento, vou às mesas falar com meus clientes. Eu trabalho na empresa, eu vivo o meu negócio. E graças a Deus faço o que gosto", conclui.

É comum no Dia das Mães os filhos fazerem surpresas às suas mães, dando presentes ou organizando atividades que demonstrem toda a admiração que sentem por ela. Em tempos de pandemia, em vez de promover encontro de famílias, invista em outros tipos de surpresa e zele pela saúde da sua mãe.

O melhor Galeto de Brasília é na Galeteria Beira Lago!

Serviço: Dia da Mães na Galeteria Beira Lago
Endereço: Setor de Clubes Esportivos Sul, trecho 2, conjunto 32/33, ao lado do Pier 21;
Telefone: 61 3233-7700 / 61 99866-3466
Horário de funcionamento: Somente almoço – 11h30 às 16h. Sábado e domingo até 17h;
Rodízio de galeto: 69,90 por pessoa;
Site: www.galeteriabeiralago.com.br


Mulheres em situação de vulnerabilidade social poderão ter garantido o acesso a absorventes higiênicos gratuitamente em Valparaíso de Goiás. Esta foi a proposta apresentada pela vereadora Cláudia Aguiar durante a 25ª Sessão Ordinária



 A matéria institui e define diretrizes e políticas públicas 'Menstruação Sem Tabu', um programa de conscientização sobre a menstruação e a universalização do acesso a absorventes higiênicos em Valparaíso de Goiás, com intuito de regular e abordar o assunto da menstruação de forma mais ampla e como fator de redução das desigualdades sociais e direito ao recurso de higiene.

O acesso aos absorventes higiênicos, segundo texto do PL, será gratuito para as alunas da Rede Pública de Educação (ensino fundamental II), às adolescentes e mulheres acolhidas em situação de vulnerabilidade, em situação de rua ou  em situação familiar de extrema pobreza, nas unidades de internação pela prática de atos infracionais, às adolescentes sob regime de semiliberdade ou de internação e nas unidades e abrigos de gestão municipal de proteção social.

A política determina ainda que o executivo crie programas de educação sobre o tema, realizando palestras e distribuição de material de orientação em escolas para promover a aceitação natural do ciclo menstrual e de combater a visão da menstruação como tabu.

Outros Projetos de Lei
Apresentado ainda Projeto de Lei de autoria da vereadora Professora Elenir, que autoriza o poder executivo a atender pacientes internados na rede privada de saúde com transporte em ambulância ou unidade de terapia intensiva móvel, com base no princípio que a saúde é direito de todos. Segundo a matéria, a transferência somente ocorrerá mediante liberação médica e consentimento do paciente ou de seus familiares.

O PL de autoria do vereador Paulo Brito, dispõe sobre a obrigatoriedade dos órgãos públicos da administração direta e indireta e estabelecimentos comerciais em geral a disponibilizar gratuitamente as instalações sanitárias aos garis, trabalhadores do serviço de limpeza urbana.

Indicações
– Construção de monumento em homenagem aos pioneiros de Valparaíso de Goiás;

– Limpeza e roçagem de terreno próximo ao Centro Poliesportivo municipal, situado no bairro Jardim Oriente;

– Solicitação de serviço de tapa-buraco nos bairros Nova Vila Guaíra e Setor de Chácaras Anhanguera;

– Reforma da UPA;

– Serviço de abastecimento de água pela Saneago no Parque Esplanada I

– Criação da Secretaria de Defesa da Mulher e da Diversidade Social;

– Implantação do Projeto IPTU Verde, que tem por objetivo ofertar desconto de 5% sobre o valor do IPTU para cada árvore plantada na calçada dos imóveis urbanos, com limite de até 20%.

– Recapeamento das avenidas do bairro Esplanada II.


Ordem do dia

Segunda discussão e votação do Projeto de Lei que dispõe sobre o Programa de Recuperação Fiscal (REFIS – 2021).
Autoria: Poder Executivo
 
Terceira discussão e votação de Projeto de Lei que dispõe sobre a obrigação dos condomínios residenciais e comerciais comunicarem aos órgãos de segurança pública a ocorrência de casos de maus tratos contra animais. (APROVADO)
Autoria: Vereadora Maria do Monte

 Terceira discussão e votação do Projeto de Lei que institui o Programa de incentivo a comercialização de comida e bebidas por veículos food trucks e a destinação de áreas públicas para prática de tal atividade. (APROVADO)
Autoria: Vereador Paulo Brito
 
Terceira discussão e votação do Projeto de Lei que institui no município o Dia do Motoboy. (APROVADO)
Autoria: Vereadora Professora Elenir

Terceira e última discussão e votação do Projeto de Lei que cria o Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação. (APROVADO)
Autoria: Poder Executivo

Segunda discussão e votação do Projeto de Lei que considera de Utilidade Pública a Academia Valparaisense de Letras.
Autoria: Jorge Recife

Segunda discussão e votação do Projeto de Lei que autoriza o Poder Executivo a instituir a Política de Atenção  Integral à Saúde do Homem.
Autoria: Walison Lacerda

Segunda discussão e votação do Projeto de Lei que dispõe sobre a reestruturação do Conselho Municipal de Saúde.
Autoria: Placido Cunha

Primeira discussão e votação do Projeto de Lei que institui a política de sanitização de ambientes em Valparaíso de Goiás com a finalidade de conter a transmissão de doenças infectocontagiosas.
Autoria: Vereadora Professora Elenir

Com informações da Assessoria de Comunicação da Câmara de Valparaíso de Goiás.



Impulso tecnológico por uma Brasília mais moderna.  Cada unidade inaugurada já tem uma atuação distinta. O BRB Lab será voltado para soluções tecnológicas-financeiras; o Centro de Inovação Tecnológica do Detran vai pensar o trânsito e a digitalização de serviços; e a sala de reuniões da Huawei será sede de videoconferências com cobertura 5G




Avanços tecnológicos são essenciais para a evolução de qualquer sociedade. No Distrito Federal, o incentivo à inovação e à tecnologia é prioridade na atuação do Governo do Distrito Federal (GDF). Nesta quinta-feira (6), a capital ganhou três novos espaços que convergem neste sentido: dois centros de inovação, um do Banco de Brasília (BRB) e outro do Departamento de Trânsito (Detran-DF); além do escritório de negócios da empresa de tecnologia Huawei. Todos instalados no Parque Tecnológico de Brasília (BioTIC).

Cada unidade inaugurada já tem uma atuação distinta. O BRB Lab será voltado para soluções tecnológicas financeiras, de governo e aos cidadãos; o Centro de Inovação-Tecnológica do Detran vai pensar o trânsito e a digitalização de serviços pelas próximas décadas; e a sala de reuniões da Huawei será sede de videoconferências com cobertura 5G.

Para o governador Ibaneis Rocha, esses projetos nascem com a cara e a vocação da cidade. "Esse é um projeto de Brasília, um projeto de cidade moderna e em desenvolvimento", disse o chefe do Executivo local.

Uma nova matriz econômica
A vocação tecnológica é apontada pelos gestores como força motriz para o DF crescer economicamente. Para o presidente da Biotic S.A, Gustavo Dias Henrique, inaugurações como a desta quinta (6) colaboram para isso.

"Essa mudança econômica passa por esse distrito da inovação. A entrega de hoje tem essa cara. O laboratório de inovação do BRB vai trazer um ambiente de aceleração para as fintechs, o Detran também está trazendo sua tecnologia de trânsito para cá e a Huawei traz agora o escritório de negócios para o Biotic. Brasília tem essa vocação de inovação", afirmou.

Presidente da Terracap, Izidio Santos enxerga a vinda de empresas tecnológicas para o DF como o ponto-chave para a geração de "centenas de empregos, atraindo profissionais altamente qualificados". "Trazer três empresas renomadas é dar vida e continuidade a um dos maiores projetos do Distrito Federal, capaz de mudar em definitivo a vocação econômica da cidade", apontou.

Já o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gilvam Máximo, disse que a pasta vai lançar um edital para incentivar 50 startups com ajuda financeira de até R$ 50 mil para cada uma delas. "O nosso trabalho é fazer com que o DF seja uma cidade disruptiva e que traga investimento de todo o Brasil para cá. Vamos lançar o apoio a mais 50 startups com R$ 50 mil para cada uma delas", adiantou.

Participaram da série de inaugurações o governador Ibaneis Rocha; o presidente do Banco de Brasília, Paulo Henrique Costa; o diretor-geral do Detran/DF, Zélio Maia; o presidente da Terracap, Izidio Santos; o presidente da Biotic S.A., Gustavo Dias; os secretários de Governo, José Humberto Pires; e de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gilvam Máximo; o deputado distrital, Rodrigo Delmasso; o deputado federal, Júlio Cesar Ribeiro; e Atilio Rulli, diretor de Relações Públicas e Governamentais da Huawei.

Confira, abaixo, os novos espaços tecnológicos do BioTIC:

BRB Lab

O BRB Lab vai sediar o Programa de Inovação Aberta do BRB, em parceria com startups selecionadas por meio de edital | Foto: Renato Alves / Agência Brasília

O Banco de Brasília inaugurou o BRB Centro de Inovação Tecnológico, chamado de BRB Lab. O objetivo deste espaço é buscar soluções voltadas para o sistema financeiro, governo e cidadãos.

O BRB Lab vai sediar o Programa de Inovação Aberta do BRB, em parceria com startups selecionadas por meio de edital, lançado com a Plug and Play, uma das maiores aceleradoras de startups do mundo. Um trabalho para acelerar a estratégia digital do BRB.

Ele nasce em um espaço de 1,3 mil metros quadrados que vai abrigar startups em cinco frentes de trabalho. Dessas startups, cinco são do DF, 14 de outros estados (SP, MG, PR e SC) e quatro de países como Estados Unidos, México e Canadá, sendo que dez delas vão ficar instaladas no Biotic. "Ter um lugar adequado vai atrair startups, vai atrair inovação, emprego, renda e tecnologia para o DF", afirma o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

As startups participantes do Programa de Inovação terão acesso à infraestrutura física e tecnológica do Centro de Inovação, com 1356 metros quadrados e que funcionará como um espaço de cocriação. Além disso, elas receberão consultoria do BRB e da Plug and Play para desenvolver seus produtos, além da possibilidade de ofertas de suas eventuais soluções para clientes do Conglomerado do BRB e para os cidadãos do DF.



Centro de Inovação Tecnológica – CITDetran
Também foi lançado o Centro de Inovação Tecnológica – CITDetran com o objetivo de pensar o trânsito da capital para as próximas décadas de forma inovadora e estratégica. O espaço vai abrigar parte da Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Dirtec) que vai trabalhar neste sentido.

E é com a missão de olhar para o futuro que o diretor-geral do Detran, Zélio Maia, destacou a participação do Detran no Biotic. "Já temos 30 serviços digitais e temos um projeto de fazer a transferência de veículos pelo smartphone. O CITDetran é um espaço para pensar no Detran do futuro, pensar que em 10, 20 anos teremos nas ruas do DF carros autônomos e uma nova realidade. Aqui nós estamos nos antecipando", aponta.

Como será o trânsito do futuro?
A nova instalação do Detran, no Edifício de Governança do Parque Tecnológico de Brasília - BioTIC, irá abrigar uma parte da Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Dirtec), que terá como prioridade construir uma agenda de desenvolvimento tecnológico voltada, exclusivamente, para pensar o trânsito da capital para as próximas décadas, de forma inovadora e estratégica. Lá será o centro de criação de soluções que irão transformar o dia a dia do trânsito.

"É disso que o Departamento de Trânsito necessita: olhar para o futuro, pensar como será o trânsito daqui a 10 ou 20 anos. E para isso precisamos nos antecipar", declarou Zélio Maia, diretor-geral do Detran-DF, que quer desenvolver novas tecnologias o mais rápido possível para enfrentar o trânsito cada vez maior e mais complexo do Distrito Federal.

E para o diretor de Tecnologia do Detran, Fábio de Souza, não é apenas uma mudança institucional, mas um novo modelo de desenvolvimento para todo o Departamento.  "E não há nada melhor para se fazer isso do que estar em um ambiente de inovação", explica Fábio, fundamentando a escolha pela Biotic que será, num futuro próximo, o principal polo de desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação do Distrito Federal e que permitirá o estímulo, criação e consolidação dos projetos do Detran, além de possibilitar que as pesquisas se transformem em negócios, assim como estímulo ao desenvolvimento de ações que dinamizem o processo de geração de novos empreendimentos em tecnologia.



Sala de reuniões da Huawei
O governador Ibaneis Rocha também visitou a sala de reunião para videoconferências com cobertura de rede móvel 5G da Huawei. Esta é a primeira sala de reuniões 5G da empresa chinesa no Brasil.

Este laboratório 5G no BioTIC permite startups e empresas desenvolverem aplicações e soluções de alta velocidade e baixa latência. "Com o sinal ativo da nova tecnologia no Biotic desde o ano passado, queremos fomentar o desenvolvimento de aplicações baseadas no 5G por empresas e startups da região", afirma Atilio Rulli, diretor de Relações Públicas e Governamentais da Huawei.



O sinal da tecnologia móvel de quinta geração da Huawei está disponível no Parque Tecnológico de modo permanente desde julho de 2020.