GDF Contra a Covid-19

Redução de ICMS para setores atacadistas e de produtos da cesta básica foram lembrados como medidas do governo Ibaneis


Foto: Rodolfo Santos.

O governador Ibaneis Rocha dedicou o sábado (6) a ouvir e conversar com empresários de Santa Maria. Ele almoçou com funcionários da fábrica de chopp Potiguar e também visitou a rede de supermercados Vivendas. Oportunidade para ver como o setor tem trabalhado no desenvolvimento e na geração de empregos do DF.

"Temos feito de tudo para que as empresas continuem crescendo e crescendo cada vez mais. Nós temos levado obras a todas as cidades e temos reavaliado em todo o Distrito Federal. Nós tivemos dois anos de pandemia, de muitas dificuldades, mas o DF não perdeu a coragem de crescer", lembrou Ibaneis.
 
A coragem de crescer citada por Ibaneis veio com o apoio do governo em medidas como a redução do ICMS para o setor atacadista e de itens da cesta básica, por exemplo. E os empresários reconhecem.

Proprietário da fábrica de chopp Potiguar, Wagner Pacheco diz que o cenário é favorável na capital. "Importante essa visita para nós porque ser industrial é um grande desafio. Somos a maior cervejaria artesanal do Centro-Oeste e muito disso é fruto das oportunidades que esse governo dá para nós gerarmos empregos, de termos condições fiscais e de competirmos com outros estados", agradece Wagner, que emprega mais de mil pessoas no Grupo Potiguar.

Já o sócio-proprietário da rede Vivendas, Thiago Tavares, lembrou das obras e do trabalho social do governo Ibaneis. "Agradeço por tudo o que o governador tem feito pelas empresas e pela população. Você anda pelas cidades e tem obras por todos os lados. Temos que enxergar não só as obras, mas esse apoio à população também", disse. Na sequência, ele elogiou as medidas em prol do setor. "O governador manteve as portas abertas, reduziu o ICMS da cesta básica e várias questões que ele cedeu para as empresas para firmar os empregos. Conseguimos não só manter os empregos, como abrir novas unidades", finalizou.

De fato, o trabalho da gestão Ibaneis tem dado resultados. Quando ele assumiu o governo, o DF tinha 320 mil desempregados, marca que caiu para 260 mil pessoas, mesmo enfrentando dois anos e meio de pandemia. A taxa de desemprego caiu pelo terceiro mês consecutivo, atingindo o patamar de 15,6%, enquanto há um ano era de 18,7%.

Para a empresária Andressa Vasconcelos, o apoio do governo antes, durante e depois da pandemia tem sido essencial para a sustentação da economia. "Na época [mais aguda] de pandemia ficamos sem saber o que fazer, mas com os incentivos que o governador deu a gente conseguiu sobreviver nessa fase complicada e agora tem muita gente que está conseguindo se sobressair com os benefícios sociais e os financiamentos que estamos conseguindo de forma mais fácil. Isso facilita para quem é pequeno empresário e o governo deu esse acolhimento para nós", afirma.
Realizado em Goiânia, evento reuniu cerca de mil participantes e teve como tema "Tudo é Agro"


O governador Ronaldo Caiado participou, na noite deste sábado (06/08), do Encontro Técnico Faeg Jovem 2022, realizado na Villa Cavalcare, em Goiânia. Com o tema "Tudo é Agro", o evento realizado pela Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) reuniu cerca de mil participantes para uma série de palestras e ações voltadas à promoção da liderança e do empreendedorismo no setor entre a nova geração.


Fotos: Marcelo Alves.

Durante o encontro, Caiado destacou a importância histórica do programa Faeg Jovem. "Esse programa tem vários anos e temos que parabenizá-lo porque o Estado com maior número de jovens vinculados é aqui. As pessoas recebem educação sobre como comercializar produtos, orientar produtores, preservar o meio ambiente, além de focar em sustentabilidade, conversação de solos, rios e nascentes e, ao mesmo tempo, levar tecnologia ao campo", explicou o governador.

"Somos o Estado com maior produtividade por hectare no Centro-Oeste brasileiro. Isso mostra o quanto investimos na qualificação da pecuária e da agricultura de Goiás. Faremos da agropecuária goiana a mais sustentável e a mais rentável nos próximos anos", completou o governador.

O programa Faeg Jovem incentiva o desenvolvimento do espírito inovador. São mais de 100 grupos espalhados por todo o Estado. A iniciativa visa preparar a sucessão de jovens que atuam com agronegócio, para que estejam vinculados à inovação por meio de várias atividades.

O presidente da Faeg, José Mário Schreiner, projeta um futuro com Goiás na liderança do agro, mas também no índice de qualidade de vida em todo o País. "Daqui alguns anos, vamos viver no melhor Estado do Brasil, pois ele é rico e, além das riquezas, tem sua gente trabalhadora", afirmou.

A programação do evento contou com a palestra "Você em 2020: criando o futuro da sua carreira", ministrada pelo CEO da Futura S/A, André Souza; e "Sucessão na Prática", do diretor associado de Planejamento Patrimonial do BTG Pactual, Paulo Kimak. Outros temas debatidos no encontro foram a proteção de nascentes e sustentabilidade, a agricultura urbana 2.0, além de inovação, tecnologia e startups.

Coordenador do Faeg Jovem em Goiás, Leonardo Cruvinel ressaltou o crescimento do programa em um curto espaço de tempo. "Há três anos, estávamos em 30 municípios. Hoje, já chegamos em 164. São 1.200 jovens trabalhando em três pilares: o empreendedorismo, a sucessão familiar e a formação de novas lideranças", salientou. "Vamos mostrar que a juventude quer participar. Não podemos ser exceção, mas sim maioria, como somos no campo. Temos que levar as demandas da área para frente", pontuou a produtora rural de Rio Verde, Marussa Boldrin.

"O futuro do Brasil está aqui. O Faeg Jovem transforma todas as regiões", disse o ex-presidente do Sindicato Rural de Mineiros, Issy Quinan. "O mundo depende de todos nós. A alimentação das pessoas depende do trabalho, da determinação e dos esforços de quem planta, de quem vive no campo", enfatizou o advogado integrante do Sindicato Rural de Uruaçu, Rodrigo Fernandes.
Objetivo é alertar a população sobre a importância e os benefícios de vacinar crianças e adolescentes menores de 15 anos. Coberturas vacinais no Estado estão bem abaixo do preconizado pelo Ministério da Saúde



O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), e em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia, abre oficialmente nesta segunda-feira (8/8), às 8h, a Campanha de Multivacinação, no Centro de Saúde da Família do Bairro São Carlos. O objetivo da iniciativa é alertar a população sobre a importância e os benefícios da vacinação em crianças e adolescentes menores de 15 anos. As vacinas, ofertadas gratuitamente nas unidades de saúde de todos os municípios do Estado, protegem contra doenças imunopreveníveis como sarampo, tétano, tuberculose, coqueluche, difteria, meningites e hepatites, dentre outras.

A meta da ação é atualizar o cartão vacinal, uma vez que dados da SES mostram que nos últimos anos as coberturas vacinais de todas as vacinas estão bem abaixo de 95%, meta preconizada pelo Ministério da Saúde (MS) para garantir a proteção coletiva de toda a população infantil. Em média, neste ano no Estado a cobertura vacinal está pouco acima dos 50%.  

O Governo de Goiás prepara também uma campanha publicitária de cunho educativo para alertar os pais e responsáveis sobre a importância da imunização. A campanha, que está sendo preparada para a semana do Dia D (20/8), tem o mote "Xô Dodói" e visa divulgar que é possível prevenir várias doenças graves e manter as crianças protegidas.

Vacinas seguras e eficazes
Todas as vacinas incluídas no Calendário Nacional de Vacinação da Criança e do Adolescente, foram estudadas, avaliadas e validadas há mais de 30 anos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). São extremamente seguras e com efeito de debelar o risco de adoecimento de crianças e adolescentes.

Autoridades sanitárias reiteram que vacinas salvam vidas e que a vacinação é uma das intervenções de saúde pública consideradas mais eficazes. Pesquisas desenvolvidas pelo MS revelam que o uso de vacinas e o avanço nas coberturas vacinais ao longo das últimas décadas levaram à diminuição da incidência das doenças imunopreviníveis.

O Brasil chegou a receber o Certificado de Erradicação da Paralisia Infantil em 1994 e o Certificado de País Livre do Sarampo, em 2016, ambos concedidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Mas o desconhecimento da gravidade das doenças imunopreviníveis pela população mais jovem, porque não teve contato com pessoas que sofreram essas enfermidades, contribuiu para a queda acentuada dos índices de coberturas vacinais nos últimos anos em todo o País, inclusive no Estado de Goiás.

Sarampo e Difteria
Dois anos depois da concessão do Certificado de País Livre do Sarampo, com a reintrodução do vírus dessa doença no Brasil e a circulação da mesma cadeia de transmissão por mais de 12 meses consecutivos, o País perdeu essa certificação.

Em 2019 foram registrados 5 casos de sarampo em Goiás, o que restabeleceu uma cadeia de transmissão da doença após 20 anos sem circulação do vírus. Esse surto se estendeu de agosto de 2019 a março de 2020, quando foram registrados 20 casos da doença nos municípios de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis, Posse e Rialma. Em 2021 e 2022, todos os casos suspeitos de sarampo notificados em Goiás foram descartados.

A difteria, que havia sido controlada, deixando de ser uma preocupação dos gestores de saúde, voltou a apresentar casos isolados. O último caso da doença havia sido notificado em 1998. Neste ano foi registrado 1 caso da enfermidade em Santa Helena de Goiás.

Além de proteger as crianças com a vacinação de todas as doenças imunopreviníveis, os especialistas alertam sobre a manutenção de alguns cuidados, considerados imprescindíveis para manter a saúde em dia. Recomenda-se a adoção de cuidados de higiene e limpeza, lavar as mãos frequentemente com água e sabão, não tocar os olhos, nariz ou boca sem antes lavar as mãos, cobrir a boca e o nariz com um lenço de papel ou manga da blusa quando tossir ou espirrar, e evitar contato próximo ou compartilhar utensílios de mesa ou xícaras com pessoas que apresentam sintomas das enfermidades.
Agência ganhou ainda um totem do programa Expresso, que disponibiliza serviços totalmente digitalizados



Fotos: Marcelo Oliveira.

O Governo de Goiás retomou os atendimentos na unidade Vapt Vupt de Cristalina, na região leste do Estado, após a agência passar por reparos estruturais em suas instalações. A obra foi viabilizada pela Secretaria de Estado da Administração (Sead) e contou com investimento superior a R$ 60 mil reais. Foram realizadas intervenções como revitalização do piso, adequação dos sanitários e reestruturação das instalações elétricas.

A agência tem capacidade para realizar aproximadamente seis mil atendimentos mensais. O local oferece serviços de órgãos como Agehab, Agrodefesa, Detran, Ipasgo, Juceg e Saneago. Os atendimentos devem ser previamente agendados no portal www.vaptvupt.go.gov.br ou pelo site do Expresso (www.expresso.go.gov.br).

A unidade também recebeu um Expresso Totem, ferramenta de autoatendimento que disponibiliza mais de 20 serviços estaduais no formato digital, sem a necessidade de interação com um atendente. Dentre os principais atendimentos oferecidos na ferramenta estão a solicitação de primeira via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), segunda via de conta de água e emissão de guia de trânsito animal. 
Programa Foco Nacional recebeu diretora do Instituto de Gestão Estratégica em Saúde do Distrito Federal (Iges/DF) e empresária do segmento condominial, entre os assuntos oportunidades de contratação na área de saúde de processo seletivo aberto esta semana e atendimento na capital para pacientes diagnosticados com a Varíola dos Macacos



A diretora do Instituto de Gestão Estratégica do Distrito Federal (Iges/DF), Mariela Sousa, e a empresária do segmento condominial, Janara Botelho, foram as covidadas para o bate-papo mediado pelo jornalista Paulo Melo no programa Foco Nacional desta terça-feira (2).

Como de praxe na mediação para iniciar a roda de conversa  Paulo Melo ouviu as convidadas sobre um breve resumo da história de vida e carreira. A diretora do Iges/DF, Mariela Sousa, contou sua trajetória até chegar ao atual posto de direção do Instituto, cargo ocupado em janeiro deste ano; advogada, natural de Corrente no estado do Piauí (PI), a jurista construiu sua carreira advogando, especialmente na área do direito do trabalho, da  qual se especializou.

Já a empresária brasiliense Janara Botelho, de apenas 25 anos, contou que viu na história de superação dos pais, nordestinos, a motivação e a garra para empreender. A gestora está à frente da Bend Service, uma empresa de serviços combinados para apoio a edifícios, exceto condomínios prediais. O empreendimento realiza atividades de prestação de apoio para instalações prediais como funções relacionadas à recepção, portaria, limpeza, higienização e disposição de lixos e resíduos (zeladoria, de forma geral, exercida pelos zeladores) em edifícios, exceto os prediais.

Mariela Souza destacou a importância estratégica do instituto composto por uma estrutura distribuída em mais sete Unidades de Pronto Atendimento (UPA 24h) instaladas no governo de Ibaneis Rocha, totalizando 13 unidades e dois hospitais, Hospital de Base do Distrito Federal e Hospital Regional de Santa Maria – Iges/DF, que tem cerca de 18 mil empregos diretos e indiretos atuando em todo o DF. Há ainda propostas em andamento para a construção de mais duas Upa's, nas regiões administrativas da Cidade Estrutural e do Guará. "Atualmente com essas 13 Upa's, funcionando 24 horas, temos desafogado bastante as necessidades e a demanda de atendimentos em saúde da população, são mais de 36 mil atendimentos por mês", constata a diretora do Iges/DF.

Além disso, a diretora do instituto mencionou também o processo seletivo aberto esta semana para oito especialidades médicas, técnico de enfermagem, enfermeiro, fisioterapeuta, fonoaudiólogo e copeiro. Os interessados podem  se inscrever, por meio do site do Instituto, no endereço https://igesdf.org.br/trabalhe-conosco/  até está sexta-feira(5).

Paulo Melo também questionou a gestora do Instituto sobre as condições da saúde pública no Distrito Federal para atender pacientes com a 'varíola dos macacos. ' Recentemente a Secretaria de Saúde (SES-DF) divulgou uma relação das regiões administrativas com mais casos de varíola dos macacos no Distrito Federal. O levantamento da pasta, divulgado nesta segunda-feira (1º/8), elencou Plano Piloto, Guará e Águas Claras como as três áreas com cinco ou mais diagnósticos.

De acordo com informações da diretora do Iges/DF,  alguns casos da doença tem aparecido nas Upa's, mas estão sendo direcionados para os hospitais mais próximos à residência do paciente. "O Ministério da Saúde já está preocupado e tem buscado a compra de vacinas para o combate desta doença, que é altamente contagiosa. É uma doença que não se esperava, assim como a Covid-19, todo mundo foi pego de surpresa, e nesse contexto tivemos que nos adequar de forma rápida para atender esses pacientes", explica.

O IGES/DF foi criado no atual governo executivo local, com o objetivo de facilitar compras e contratações e dar mais celeridade aos serviços públicos de saúde, como compras de remédios e medicamentos e ainda contratação de pessoal.

Assista o programa completo: https://www.youtube.com/watch?v=lSK6kgBAiHU


Fotos: Marcelo Santos.

Obra feita na gestão Ibaneis foi lembrada pelo presidente da ACDF, Fernando Brites, como uma demanda antiga do setor



Fotos: Marcelo Santos.

As reformas do Setor Comercial Sul (SCS), feitas pela gestão de Ibaneis Rocha, foram lembradas durante a posse dos novos diretores e conselheiros da Associação Comercial do DF (ACDF) nesta quinta-feira (4). O presidente Fernando Brites elogiou o trabalho que vem sendo feito, enquanto Ibaneis reforçou que valeu a pena reformar o SCS e outras áreas da cidade.

"O Fernando Brites tinha um sonho de reformar o Setor Comercial Sul, assim como nós tínhamos o sonho de reformar a W3 e, ao longo do mandato, conseguimos fazer muito pela cidade. A

W3 hoje é um palco para o empreendedorismo. Temos pesquisas que mostram que valeu a pena reformar a W3, assim como valeu reformar o Setor de Rádio e TV Sul, o Setor Hospitalar Sul e agora o nosso querido Setor Comercial Sul", disse Ibaneis Rocha ao destacar a obra da Praça do Povo.

Em seu discurso, o chefe do Executivo fez questão de ressaltar a importância da associação e manter as portas abertas para projetos. "A ACDF foi importante na redemocratização de Brasília e, da parte do governo, digo que vocês são bem recebidos no governo, assim como suas ideias", afirmou Ibaneis Rocha.

Presidente da ACDF, Fernando Brites elogiou o governador Ibaneis Rocha por cuidar do Setor Comercial Sul. "Tinha 45 dias deste governo e fui a ele [Ibaneis] dizer que a ACDF criou um projeto, ainda em 1996, para recuperar o Setor Comercial Sul. Ele já reformou a Praça do Povo e temos canteiro de obras na Quadra 5 e licitação e projeto para reformar as demais quadras", disse Brites.

O grupo eleito para a gestão 2022/2025 da ACDF conta com Fernando Brites como presidente e Rubem Soares Branquinho como presidente do Conselho Superior. A presidente do Conselho da Mulher Empreendedora, Ana Claudia Cotait, e a secretária Nacional da Família, Ângela Gandra, também participaram do evento.
Funeral será apenas para a família e amigos

Foto: Marcelo Santos.

O autor e ator Jô Soares morreu na madrugada de hoje (5), aos 84 anos, em São Paulo. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês. A informação foi divulgada por Flávia Pedras Soares, em sua conta no Instagram. Ela foi ex-mulher do artista.

Segundo Flávia, o funeral será apenas para família e amigos próximos. José Eugênio Soares, o Jô Soares, nasceu em 16 de janeiro de 1938, no Rio de Janeiro, filho do empresário paraibano Orlando Heitor Soares e de Mercedes Leal Soares. Sua estreia como ator ocorreu no filme O Homem do Sputnik, filme de Carlos Manga.

Jô escreveu roteiros para programas de televisão em emissoras como as TVs Continental, Record e Globo. E também atuou em diversos programas humorísticos das TVs Tupi, Record, SBT e Globo.

Viva o Gordo
Entre os shows televisivos que comandou mais estão o humorístico Viva o Gordo e seus programas de entrevistas Jô Soares Onze e Meia, no SBT, e Programa do Jô, na Globo. Este último ficou no ar por 17 anos, de 2000 a 2016.

Jô Soares também se aventurou na literatura, publicando romances como O Xangô de Baker Street, O Homem que Matou Getúlio Vargas, Assassinatos na Academia Brasileira de Letras e As Esganadas.

Sobre o ex-marido, Flávia escreveu: " você é orgulho para todo mundo que compartilhou de alguma forma a vida com você. Agradeço aos senhores Tempo e Espaço, por terem me dado a sorte de deixar nossas vidas se cruzarem. Obrigada pelas risadas de dar asma, por nossas casas do meu jeito, pelas viagens aos lugares mais chiques e mais mequetrefes, pela quantidade de filmes que você achava uma sorte eu não lembrar pra ver de novo e pela quantidade indecente de sorvete que a gente tomou assistindo. Obrigada para sempre, pelas alegrias e também pelos sofrimentos que nos causamos. Até esses nos fizeram mais e melhores", disse ela.
O Sindicato das Empresas Prestadoras e Especializadas em Bombeiro Civil do DF (Sepebc-DF) promoverá no dia 21 de agosto, a partir das 6h, a etapa Centro Oeste da Corrida Prevencionista & Caminhada da Prevenção



A iniciativa contará com percursos de 3Km (caminhada), 5Km e 10Km (corrida), com largada prevista para ocorrer às 7h, no Eixo Monumental (na altura da Catedral de Brasília). As inscrições já estão abertas e poderão ser feitas no site do Sesc-DF. Acesse e confira  o regulamento. 
 
Corrida Prevencionista & Caminhada da Prevenção
Dia: 21 de agosto
Percursos: Caminhada: 3Km / Corrida: 5km e 10Km
Horário da largada corrida: 7h. 
Horário da largada caminhada: 7h10. 
Local: Eixo Monumental - altura da travessa em frente à Catedral de Brasília
 
Retirada dos kits: 15 de agosto, das 9h às 16h
Local da retirada: Sesc 504 sul Alberto Salvatore Giovanni Vilardo

GDF Contra a Covid-19