Com o carros fumacê conquistados pelo vereador e presidente da Câmara de Valparaíso de Goiás, Placido Cunha, junto ao Secretário de Saúde do Governo do Distrito Federal, a força tarefa  de combate ao mosquito Aedes aegypti foi lançada em Valparaíso de Goiás,  nesta terça-feira, 12 de abril

Fotos: Cleben Lopes.

Em uma ação conjunta com a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), de Vigilância em Saúde da SES-GO, Vigilância em Saúde do Governo do Distrito Federal, Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás, Polícia Militar e Secretarias de Saúde dos municípios do Entorno do DF, o objetivo principal foi  diminuir os níveis de infestação do Aedes aegypti e a incidência de casos de dengue, chikungunya e zika, doenças transmitidas pelo inseto.

A força-tarefa em Valparaíso de Goiás se concentrou em frente à UBS Santa Rita, no Parque Santa Rita de Cássia, e deve contemplar ações em cinco bairros considerados em situação crítica, realizando com a realização de visitas domiciliares, sobrevoo de drones pelo Corpo de Bombeiros e pulverização de inseticida para o bloqueio da transmissão de casos.

A Vigilância em Saúde da SES-GO destinou também para o Entorno do DF, em caráter permanente, dois carros dotados de bombas fumacê para percorrer ruas e avenidas das cidades e eliminar os mosquitos adultos.

"O fumacê é uma das formas de mais eficientes combate ao Aedes Aegypti em sua fase adulta, mosquito que transmite a dengue, zika e chikungunya, porém, é importante que toda a comunidade tenha uma rotina de cuidados para combater o mosquito", lembrou Placido.

Segundo Divino Valero, superintendente de Vigilância em Saúde do Governo do Distrito Federal, atos simples como limpar o quintal de casa podem evitar a proliferação e manter a população protegida. A força tarefa contou também com a presença a superintendente de Vigilância em Saúde da SES-GO, Flúvia Amorim, do prefeito Pábio Mossoró e demais autoridades municipais.

Situação de alerta
Apesar de a secretaria ter realizado ações preventivas desde o ano passado, houve um avanço expressivo dos níveis de infestação do Aedes aegypti e da quantidade de notificações de doenças causadas pelo Aedes, principalmente no Entorno do Distrito Federal. Flúvia Amorim destaca que tais fatos colocam o Estado em situação de alerta para a possibilidade de uma epidemia por dengue.

A superintendente vincula o aumento expressivo da infestação do Aedes aegypti e da quantidade de casos das doenças causadas pelo vetor a dois importantes fatores: a intensidade das chuvas, que pode ter contribuído para o surgimento de novos criatórios, e a baixa adesão da população em fazer a limpeza dos próprios quintais, eliminando qualquer tipo de objeto, vasilha ou utensílio que acumula a água parada.

Casos em Goiás
No ano passado, nas 13 primeiras semanas epidemiológicas 22.018 casos de dengue haviam sido notificados e 14.156 confirmados. Em 2022, até o momento, Goiás já tem 87.042 casos de dengue notificados e 39.874 confirmados, o que representa um aumento de 295,32%.

Da mesma forma, há um avanço significativo no número de mortes suspeitas por dengue em 2022.  No ano passado, até 30 de março, 1 morte havia sido confirmada e 4 estavam em investigação. Neste ano, até 11 de abril, foram confirmados 11 óbitos e 79 estão em investigação.

Chikungunya e Zika
A chikungunya, que não apresentou expressividade epidemiológica no Estado até 2021, quando foi constatado um surto em Bom Jesus de Goiás e a circulação viral em 43 municípios, apresenta neste ano um crescente número de notificações e confirmações de casos. Os dados da SES-GO apontam que até 11 de abril foram notificados 1.945 casos com 1.163 confirmados. Isso representa um aumento de 69% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram confirmados casos em 34 municípios goianos.

A Zika teve seu auge em 2016, com a posterior redução da circulação viral e consequente diminuição no número de casos. Neste ano foram identificadas duas gestantes com exames positivos.

Em defesa da saúde pública de Valparaíso
Além das bandeiras da tecnologia e inovação, uma das principais vertentes de atuação do vereador Placido Cunha é a saúde! O Presidente da Câmara Municipal de Valparaíso de Goiás acredita que um político consciente é aquele comprometido e preocupado com a prevenção e promoção da saúde pública de qualidade, por isso, busca diariamente melhorias e parcerias para o setor. 
Compartilhar:

Fernando Melo

Comente:

0 comentários