Realizada pelo Ateliê Anjico, sob coordenação das arte-educadoras Mangala Bloch e Andressa Coelho, a iniciativa patrocinada pelo FAC/DF incentiva estudantes de 8 a 11 anos a apreciar e a criar produções visuais. Após 12 oficinas, os alunos apresentarão as próprias obras e participarão de visita a uma exposição artística  em centro cultural de destaque de Brasília



Fotos: Alexandre Almeida.

Desde 17 de maio, as tardes no Centro de Ensino Fundamental (CEF) 01 do Varjão estão mais coloridas. Ao longo de 12 semanas, cerca de 50 alunos da instituição participam do projeto 'Aprendendo com Arte & Natureza', que, após um breve período de férias em julho, retoma as atividades a partir deste mês de agosto. A iniciativa realizada pelo Ateliê Anjico,  sob coordenação das arte-educadoras Mangala Bloch e Andressa Coelho e patrocinada pelo Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC/DF) — por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec/DF) —, tem entre os objetivos atender crianças de oito a 11 anos, com oficinas direcionadas a uma produção artística dedicada à conscientização sobre o meio-ambiente, totalizando 48 horas/aula em complemento ao ensino escolar. Além disso, será organizada uma exposição com as obras dos estudantes, que ainda terão a oportunidade de visitar uma mostra em um centro cultural de destaque de Brasília.

"Este é o sexto ano em que o Ateliê Anjico se faz presente no CEF 01 do Varjão. É sempre uma oportunidade de muita alegria e aprendizado esse trabalho com as crianças. Além das oficinas semanais com os estudantes, teremos quatro minicursos abertos à comunidade na abertura da exposição, que, além das peças produzidas pelos estudantes, contará com fotos mostrando os processos e atividades realizadas nas oficinas. A proposta geral é contribuir para a formação de pessoas integradas consigo mesmas, com os outros e com o ambiente que as rodeia", explica Mangala Bloch, idealizadora do projeto. Ela é artista plástica formada pela UnB e fez o curso de educação ambiental na Escola da Natureza. Em 2008, criou o Ateliê Anjico, onde desenvolve trabalho de arte-educação-ambiental.

Professora regular de uma das turmas atendidas pelo projeto 'Aprendendo com Arte & Natureza', Fabiana Martins, 42 anos, considera que a iniciativa presta uma valiosa contribuição para o ambiente escolar. "As atividades desenvolvidas nas oficinas são continuadas em sala de aula. Noto um aperfeiçoamento da percepção dos alunos sobre o espaço que os rodeia, um olhar mais refinado a partir das reflexões e exercícios praticados. Agora, toda terça-feira, as crianças já chegam perguntando qual será o tema do encontro com as educadoras do Ateliê Anjico. Elas sentem verdadeiro prazer em participar do projeto, que trabalha ainda questões relacionadas ao respeito, como na dinâmica do 'bastão de fala', e de atuação em equipe, pois os materiais são sempre de uso coletivo", comenta Fabiana.

Cada oficina dura cerca de duas horas. A primeira turma é atendida a partir das 14h. Depois, às 16h, começam as atividades com o segundo grupo, que se encerram por volta das 18h. O bom planejamento das atividades é fundamental para manter a atenção dos estudantes. "A temática da arte-educação tem um vasto repertório, que se relaciona com o cotidiano prático das crianças. Então, isso deixa o trabalho naturalmente mais atraente. Tratamos, por exemplo, do reaproveitamento de materiais descartados para a criação de brinquedos, instrumentos, maquetes e objetos do uso diário, contribuindo para a ampliação da consciência em relação à questão do consumo e do desperdício. Fazemos brincadeiras que envolvem o corpo para a sensibilização e integração entre as crianças e as monitoras do projeto. Então, é neste contexto de diversão e aprendizado que o projeto se desenvolve", explica Andressa Coelho, cientista ambiental formada pela UnB, que atua com arte e educação há 12 anos, com passagens por diversos espaços formais e informais, além de algumas instituições públicas de ensino, elaborando e executando projetos de sustentabilidade.

A dedicação das realizadoras do projeto parece alcançar o objetivo. "É muito legal! Sempre aprendemos coisas novas", diz Bruna Tawany, 9 anos, aluna do 4º ano, frequentadora do CEF 01 do Varjão desde a pré-escola. "O mais interessante é aprender sobre as artes, mas tem ainda a roda de conversa e as brincadeiras que gosto bastante", completa o colega de turma Mateus Santos, também de 9 anos.

As atividades semanais do projeto 'Aprendendo com Arte & Natureza' podem ser acompanhadas nas redes sociais do Ateliê Anjico — Instagram e Facebook —, com diversas imagens e textos detalhados sobre os temas trabalhados. Ao fim da iniciativa, será lançado um mini-doc em formato digital, com duração de até 10 minutos e legenda closed caption em português, sobre o desenvolvimento da iniciativa.

SERVIÇO
'Aprendendo com Arte & Natureza'
Onde: CEF 01 do Varjão
Do que se trata: 12 oficinas de arte e educação ambiental, uma vez por semana, para cerca de 50 alunos de 8 a 11 anos. O projeto resultará em uma exposição com obras criadas pelos estudantes
Rede sociais: Instagram (@atelieanjico) e Facebook (@atelieanjicodf)
Contatos para entrevista: Ateliê Anjico (Mangala Bloch - 061-9-8306-5811) e Andressa Coelho (061-9-9232-9249)
Compartilhar:

Juliano Roriz

Comente:

0 comentários